PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tech

Elon Musk busca financiamento para sua oferta de US$ 43 bilhões pelo Twitter

Instituições como o Morgan Stanley, que está assessorando o bilionário na oferta, estão dispostas a apoiar a compra

Bilionário vem tentando comprar o Twitter, mas sem sucesso por enquanto
Por Michelle F. Davis
20 de Abril, 2022 | 12:27 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Elon Musk começou a entrar em contato com possíveis sócios de financiamento em Wall Street enquanto busca angariar fundos para sua oferta de US$ 43 bilhões para comprar o Twitter (TWTR).

PUBLICIDADE

Musk e seus assessores conversaram sobre financiamento de dívidas com vários possíveis sócios, segundo uma pessoa a par do assunto. A perspectiva de levantar capital para apoiar a oferta ainda não foi discutida com outras empresas, disse a pessoa, que pediu para não ser identificada porque os detalhes são privados.

Embora Musk seja a pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna de cerca de US$ 261 bilhões, de acordo com o Bloomberg Billionaires Index, grande parte dessa riqueza está vinculada às ações da Tesla (TSLA), a montadora de carros elétricos que ele cofundou. Ele tem várias opções disponíveis para financiar a oferta, incluindo a venda de algumas dessas ações, a obtenção de empréstimos, o financiamento de dívidas ou a contratação de um parceiro de investimento.

PUBLICIDADE

Os maiores bancos e compradores de Wall Street estão divididos sobre ajudar Musk.

Entre os que quase certamente apoiariam uma oferta está o Morgan Stanley (MS), o banco que está assessorando Musk em sua oferta não solicitada. A Apollo Global Management também está interessada em ajudar a financiar a possível aquisição, disse uma pessoa separada familiarizada com o assunto nesta semana. Enquanto isso, firmas de private equity como Blackstone (BX), Brookfield Asset Management e Vista Equity Partners descartaram a possibilidade de se envolver, disseram pessoas familiarizadas com sua estratégia.

O New York Post e o New York Times relataram anteriormente alguns aspectos dos planos de financiamento.

Além de montar o financiamento, para ter sucesso com uma oferta, Musk ainda precisa conquistar o conselho da empresa. Embora o Twitter ainda não tenha rejeitado sua oferta, a empresa ativou uma pílula de veneno para frustrar a oferta de Musk de privatizá-la por US$ 54,20 por ação.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também