PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Gigante de cosméticos Glossier abocanha contrato com ídolo teen Olivia Rodrigo

Estrela pop adolescente de 19 anos é primeira parceria com celebridades da marca, que demitiu um terço dos trabalhadores em janeiro

Rodrigo, 19, bateu recordes no Spotify no ano passado e ganhou três Grammys com seu álbum de estreia
Por Kim Bhasin
19 de Abril, 2022 | 02:34 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A estrela pop adolescente Olivia Rodrigo assinou um contrato de longo prazo com a Glossier para colaborar nos produtos da empresa de beleza e cuidados com a pele e promover a marca.

Rodrigo, 19, que bateu recordes no Spotify no ano passado e ganhou três Grammys com seu álbum de estreia, concordou em trabalhar com a Glossier no desenvolvimento de produtos, conteúdo social e campanhas publicitárias. A parceria começará com um conjunto de produtos Glossier selecionados por Rodrigo e rotulados como seus favoritos, incluindo modelador de sobrancelha, gloss e delineador.

PUBLICIDADE

A Glossier também está trabalhando com Rodrigo em novos produtos ainda a serem identificados. A empresa se recusou a compartilhar os termos financeiros do acordo.

Desde que disparou nas paradas, Rodrigo começou a se interessar por negócios de consumo e emergiu como uma embaixadora valioso para marcas que buscam maneiras de alcançar mais compradores da Geração Z. Ela promoveu o iPad da Apple (xx) e em dezembro assinou um contrato de um ano com a Casetify, vendedora de capas de telefone de Hong Kong.

As discussões entre Glossier e Rodrigo começaram logo após seu primeiro sucesso, Driver’s License, ter sido lançado há pouco mais de um ano, de acordo com o diretor de marketing da Glossier, Ali Weiss. Rodrigo tem usado Glossier em eventos de tapete vermelho, incluindo o Grammy Awards.

PUBLICIDADE

“É nossa primeira parceria com celebridades”, disse Weiss em entrevista. “Olivia realmente nos inspirou a levar isso adiante. É uma extensão bastante natural.”

A Glossier está tentando se concentrar novamente em seus principais negócios de beleza depois de demitir mais de um terço de sua força de trabalho corporativa em janeiro. A CEO Emily Weiss disse à equipe na época que a administração se “distraiu” por projetos como iniciativas de tecnologia e contratou muitos trabalhadores.

O negócio levantou US$ 80 milhões no ano passado em uma rodada de financiamento liderada pelo fundo de hedge Lone Pine Capital em julho passado, com a avaliação da empresa sendo de US$ 1,8 bilhão na época. A Glossier se recusou a dizer se atualmente está buscando mais capital.

Últimas BrasilOlivia RodrigoGlossier
PUBLICIDADE