Negócios

Donos da JBS querem criar plataforma de investimentos e serviços financeiros

J&F comprou empresa de informações financeiras para integrar estratégia de que engloba aplicativo, serviços e possíveis sinergias com outras partes do grupo

Controladores da J&F querem criar plataforma de investimentos e serviços financeiros
18 de Abril, 2022 | 06:20 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — A J&F, holding dos irmãos Joesley e Wesley Batista, está dando os primeiros passos para o nascimento de uma nova plataforma de investimentos. O plano ainda não é claro, e oficialmente a empresa não comenta o assunto, mas fontes próximas à empresa disseram que a ideia é criar um aplicativo em que as sinergias de outros negócios da família possam ser explorados e integre diversos tipos de serviços aos usuários, como informações, investimentos e gestão.

O primeiro alvo do grupo foi a aquisição da BDM (Bom Dia Mercado) nesta segunda-feira (18), empresa de serviço de informações financeiras criada pela jornalista Rosa Riscala. Com isso, a J&F fortalece sua operação no mercado de serviços financeiros, que já conta com a PicPay e o Banco Original.

O interesse por um serviço de informações financeiras não é recente. Notícias que circularam na imprensa nacional em meados de 2014, deram conta que a J&F havia iniciado conversas para tirar do Grupo Estado a Agência Estado/Broadcast, o primeiro serviço de notícias financeiras em tempo real do Brasil. À época, as negociações não foram adiante porque a condição para a venda foi que todo o grupo deveria ser adquirido e não apenas seu negócio mais rentável.

Como não conseguiram comprar a Agência Estado, os irmãos Batistas estão indo atrás de quem participou de sua criação. Em 1991, quando o serviço de informações financeiras foi lançado, Rosa Riscala fez parte da equipe que ajudou a implementar o negócio. Com o BDM, ela presta basicamente o mesmo serviço, porém, em escala menor, vendendo pacotes de notícias entregues em um canal fechado do Telegram, além de um boletim matinal sobre as expectativas para o dia no mercado financeiro.

PUBLICIDADE

Apesar do foco no mercado financeiro, o BDM não deixa de ser uma plataforma de mídia, segmento onde a J&F também já atua. Em 2013, o grupo dos irmãos Batista compraram da RBS o Canal Rural, veículo especializado no agronegócio, setor da principal empresa da família, a JBS (JBSS3). A holding ainda controla a Flora, de higiene e limpeza, a Eldorado Brasil, de papel e celulose e a Âmbar, de energia.

* Essa matéria foi atualizada às 20h42 contextualizando a situação sobre o momento atual do grupo

Leia também

Últimas BrasilBloomberg LíneaWesley BatistaJoesley BatistaJBS
Alexandre Inacio

Alexandre Inacio

Jornalista brasileiro, com mais de 20 anos de carreira, editor da Bloomberg Línea. Com passagens pela Gazeta Mercantil, Broadcast (Agência Estado) e Valor Econômico, também atuou como chefe de comunicação de multinacionais, órgãos públicos e como consultor de inteligência de mercado de commodities.

PUBLICIDADE