PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Banco Mundial vê retração de 11% para Rússia e de 45% para Ucrânia

Os mercados emergentes e as economias em desenvolvimento na Europa e na Ásia Central devem recuar 4,1% este ano

Wall Street está abandonando Rusia
Por Michael Winfrey
10 de Abril, 2022 | 07:13 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A invasão da Ucrânia pelo presidente Vladimir Putin fará com que a economia do país se contraia quase pela metade - ou 45,1% - este ano, enquanto a da Rússia encolherá 11,2%, segundo o Banco Mundial.

PUBLICIDADE

Os mercados emergentes e as economias em desenvolvimento na Europa e na Ásia Central devem recuar 4,1% este ano, o dobro da queda desencadeada pelo início da pandemia de covid-19 em 2020, disse o Banco Mundial em suas previsões de primavera publicadas no domingo.

A instituição alertou que as estimativas estão sujeitas a uma incerteza considerável.

PUBLICIDADE

“Este é o segundo grande choque a atingir a economia regional em dois anos e ocorre em um momento muito precário para a região, pois muitas economias ainda lutam para se recuperar da pandemia”, disse a vice-presidente regional do Banco Mundial, Anna Bjerde, em uma conferência.

Além da Europa emergente, a guerra está reverberando nos mercados financeiros e de commodities, bem como nas relações comerciais e migratórias, aumentando as preocupações de uma forte desaceleração econômica global, inflação em espiral e dívida crescente, disse o Banco Mundial.

Além da Rússia e da Ucrânia, as economias de Belarus, Quirguistão, Tajiquistão e Moldávia também devem encolher em 2022, com o restante da região crescendo em um “ritmo anêmico”, segundo o relatório.

Veja mais em bloomberg.com