Estilo de vida

Você conhece a moda ‘cozy-chic’? Esse é o novo dress code corporativo

Usar camisa social com uma parte de baixo casual é a nova escolha dos trabalhadores híbridos que ficam entre home office e escritório

Um visual que combine a seriedade do escritório com a descontração do home office é a aposta dos trabalhadores
Por Martine Paris
09 de Abril, 2022 | 11:11 am
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — As roupas descontraídas para trabalhar de casa estão se fundindo com os tradicionais trajes corporativos à medida que as pessoas voltam para o escritório.

Os trabalhadores estão abandonando as calças de moletom, mas relutam em abrir mão do conforto ao qual se acostumaram para trabalhar de casa. Ao mesmo tempo, muitos estão felizes por poder sair de casa. Isso se traduziu em um aumento do consumo de moda “cozy-chic”, que pode servir para aquela primeira reunião do dia e até o happy hour.

“É um retorno aos clássicos, mas com um quê a mais”, disse Loretta Choy, diretora de merchandising da Stitch Fix, serviço de personal shopping. “As pessoas querem estilo, mas não à custa do conforto. Depois de anos trabalhando em casa durante a pandemia, as pessoas estão animadas para se arrumar e sair, e isso inclui ir para o escritório”.

Para as mulheres, as tendências incluem blazers largos, vestidos de malha, blusas oversized e calças wide leg. Para os homens, as escolhas vão de blazers a camisas polo e calças de alfaiataria feitas de material flexível, segundo Choy. “É uma transição para o minimalismo que é folgado no ajuste e macio nos materiais.”

PUBLICIDADE

“O vestuário de trabalho está de volta, mas não como era”, disse Karis Munday, analista de varejo da Edited, uma empresa de pesquisa de mercado.

Segundo ela, nos Estados Unidos, as pessoas estão comprando menos ternos slim-fit, enquanto os modelos oversized, regulares e folgados tiveram aumento na demanda.

Sasha Skoda, diretora sênior de merchandising feminino do The RealReal, um mercado de consignação de itens marcas de luxo, disse que está vendo os compradores se divertirem mais com seus guarda-roupas, escolhendo bainhas abaixo do joelho e saltos baixos que permitem uma transição perfeita do dia para a noite.

“Temos uma coleção chamada ‘9 to 9′ que traz roupas versáteis para ir do trabalho para o happy hour e o jantar”, disse Skoda.

PUBLICIDADE

Em Nova York, o The RealReal viu as vendas de vestidos para trabalho quase triplicarem em relação ao ano passado, principalmente aqueles que trazem estampas dramáticas e cores fortes como fúcsia e laranja.

Ternos masculinos, camisas sociais, polos, mocassins e bolsas transversais ficaram significativamente mais populares em comparação com esta mesma época do ano passado, de acordo com Mayank Hajela, chefe de merchandising masculino do The RealReal.

A varejista de fast fashion Shein também está chamando a tendência de “conforto elevado”. Em uma pesquisa recente com clientes dos EUA, mais da metade respondeu que está procurando vestidos leves e conjuntos para o trabalho.

“O loungewear é o novo terninho”, disse a porta-voz da empresa, Angela Tucciarone, explicando que vestir uma camisa social com uma parte de baixo casual ainda é a escolha para os trabalhadores híbridos que estão dividindo seu tempo entre o escritório e a casa.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE