PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Startups

Cura Deuda, Tani Salud e outras rodadas early-stage da semana

O capital de risco continua investindo em empresas emergentes na América Latina

Cura Deuda, Plenna e startups que tiveram rodadas Seed e Pré-Seed na semana
01 de Abril, 2022 | 09:11 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bem-vindo às rodadas da semana. Nos últimos dias, os fundos de capital de risco optaram por startups mexicanas, duas delas estão no setor de saúde: Tani Salud e Plenna. É um setor pouco explorado no país, embora em crescimento. Com base nos números do Pitchbook, o investimento em tecnologia da saúde (health techs) cresceu 5 vezes em 2020 e atingiu um total de US$ 99 milhões em investimentos na América Latina.

Os fundos que são um fator comum nessas rodadas recentes são First Check Ventures e 500 startups.

PUBLICIDADE

Cura Deuda

A fintech mexicana Cura Deuda levantou uma rodada de US$ 1,3 milhão, liderada pelo fundo de capital de risco Magma Partners e Anteris para fornecer consultoria financeira aos mexicanos.

Tani Salud

A health tech Tani Salud levantou US$ 700.000 para expandir suas operações em toda a região. Essa plataforma conecta pacientes que precisam de cirurgia com médicos, tendo como alvo principalmente pacientes de classe média.

A rodada de pré-seed foi liderada pela Polymath Ventures, à qual pertence a Tani Salud. A First Check Ventures, 500 startups e um grupo de investidores anjos também participaram, incluindo Roger Laughlin (cofundador da Kavak), Jesse Damstra (CEO da Philips Mexico) e altos executivos da Cornershop.

PUBLICIDADE

Pacto

A Pacto, uma startup sediada na Cidade do México, anunciou uma rodada de captação de US$ 2 milhões envolvendo a FEMSA Ventures, 500 Startups LATAM, Leap Global Partners, TnT Ventures, Hive Hatch, First Check Ventures e o ex-sócio da SV Angel Kevin Carter, bem como investidores anjos com experiência no ecossistema de tecnologia. A plataforma focada em facilitar pedidos e pagamentos sem contato em tempo real em restaurantes e bares é lançada este mês para o restante dos mercados mexicano e latino.

Plenna

A femtech Plenna, fundada em 2020 pelas empresárias mexicanas Giovanna Abramo e Lorena Ostos, anuncia o fechamento de um investimento de capital semente de US$ 845.000, liderado pelo fundo brasileiro Canary. O escritório latino-americano 500 Startups e 11 investidores anjo, incluindo empresários do setor de saúde, também participam. Esta plataforma digital de atenção integral à saúde da mulher também anuncia a abertura de sua primeira clínica na Cidade do México.

Startups BrasilÚltimas BrasilBloomberg Línea
Isabela  Fleischmann

Isabela Fleischmann EN

Brazilian journalist specialized in covering technology, innovation and startups

Yanin Alfaro

Yanin Alfaro

Periodista con experiencia en startups y tecnología

PUBLICIDADE