PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Calendário corporativo: Preço em oferta da Fras-Le; AGOs Marfrig, Odontoprev

Odontoprev reúne acionistas para avaliar proposta de desdobramento de ações e Marfrig discute a destinação do lucro líquido de 2021

Marfrig reúne os acionistas em AGO para discutir a destinação do lucro líquido de 2021
Por Taís Fuoco e Vinícius Andrade
01 de Abril, 2022 | 08:21 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O conselho da Fras-Le aprovou uma oferta primária de 52,5 milhões de ações que pode ser acrescida de até 10,7 milhões de papéis nas mãos dos acionistas conforme a demanda vista no processo de bookbuilding. Com base no preço de fechamento de 29 de março, a oferta poderia levantar R$ 902,8 milhões com o lote adicional. Odontoprev reúne acionistas para avaliar proposta de desdobramento de ações e Marfrig discute a destinação do lucro líquido de 2021.

A semana

PUBLICIDADE
  • 04/abril: Odontoprev reúne os acionistas em AGOE. Entre os assuntos da pauta, está a proposta de desdobramento de ações na proporção de 1 para 10
  • 05/abril: EDP-Energias do Brasil reúne os acionistas em AGO para aprovar os resultados e eleger os membros do conselho
  • 06/abril: Nada previsto até o momento
  • 07/abril: Definição de preço por ação em oferta da Fras-Le
  • 08/abril: Marfrig reúne os acionistas em AGO para discutir a destinação do lucro líquido de 2021

Novo sócio controlador

O BTG Pactual trabalha em uma engenharia financeira que resulte na atração de um novo sócio controlador para a Braskem, disse o Estado sem revelar como obteve a informação. O banco estuda comprar R$ 15 bilhões em dívidas da Novonor junto aos bancos e dar ações da Braskem como garantia. Em seguida o BTG lançaria uma oferta secundária de ações para diluir sua participação. Entre os candidatos naturais a controlador da Braskem citados pela reportagem estão o Apollo Global Management e a holding J&F.

Acordo em níquel

PUBLICIDADE

A Tesla tem vasculhado o mundo em busca de níquel para garantir o abastecimento do componente às baterias dos seus carros elétricos. Para isso, a companhia firmou acordos sigilosos com vários fornecedores, entre os quais a Vale, segundo pessoas que falaram sob anonimato à Bloomberg. A preocupação da Tesla aumentou com a invasão da Rússia à Ucrânia, já que a Rússia detém 17% da capacidade global de níquel refinado.

Possível oferta

A Cia. Brasileira de Alumínio contratou bancos para uma possível oferta secundária de ações detidas pela Votorantim, segundo comunicado. A CBA dobrou de valor de mercado desde o IPO em julho e sua decisão de ampliar a capacidade de produção nos próximos meses foi bem recebida pelos investidores.

Veja mais em bloomberg.com

Últimas BrasilMarfrig
PUBLICIDADE