Juros de 1.500% ao ano: TJ-SP condena BMG por taxas ‘inimagináveis’ a idosa

Ouça três reportagens especiais da Bloomberg Línea no podcast diário

Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg Línea — Hoje você escuta sobre a dificuldade de moradores de Xangai para comprar alimentos em meio ao novo lockdown, sobre o acordo de ajuda dos EUA e da União Europeia para que esta última possa substituir completamente as importações de gás russo e sobre como o banco BMG foi condenado a indenizar uma idosa após cobrar juros de 1.500%. Isso mesmo, 1.500%.