Internacional

Depósito de gigante do petróleo é atingido por drones na Arábia Saudita

Rebeldes xiitas houthis do Iêmen disseram na sexta-feira que realizaram os ataques às instalações da Aramco com mísseis e drones

Depósito de combustível da Aramco é atingido por drones na Arábia Saudita
Por Kateryna Kadabashy e Anthony Di Paola
25 de Março, 2022 | 02:33 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Uma instalação de armazenamento de petróleo na Arábia Saudita foi atingida por ataques de drones nesta sexta-feira, no mais recente atentado a uma das regiões mais importantes do mundo para embarques de petróleo.

A planta de North Jeddah da Saudi Aramco (ARAMCO) foi atingida, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto, que pediu para não ser identificada porque não está autorizada a falar com a mídia. A instalação em Jeddah é para armazenamento de petróleo.

Os rebeldes xiitas houthis do Iêmen disseram na sexta-feira que realizaram os ataques às instalações da Aramco com mísseis e drones. O petróleo subiu após os relatos iniciais do incidente.

Enquanto o site visado em Jeddah está focado nas necessidades domésticas, limitando o impacto no mercado internacional de petróleo, a escalada de ataques está assustando os traders de petróleo. A Arábia Saudita alertou esta semana que o fornecimento de petróleo está em risco e pediu ao Ocidente que faça mais para combater os ataques dos rebeldes houthis apoiados pelo Irã.

PUBLICIDADE

“Houve uma escalada – a escalada está visando muitas de nossas instalações”, disse Amin Nasser, CEO da Aramco, na segunda-feira. “Esse tipo de escalada em um momento em que o mercado está muito apertado é uma preocupação real para o mundo.”

Funcionários da Aramco não responderam imediatamente a um e-mail e telefonema na sexta-feira, fim de semana na Arábia Saudita.

Mais cedo, a coalizão liderada pela Arábia Saudita que luta no Iêmen disse que interceptou um míssil balístico e 10 drones carregados de bombas, de acordo com a agência estatal de imprensa saudita.

O míssil foi apontado para Najran, no sudoeste do reino. Nove drones estavam indo em direção a alvos nas regiões sul, central e leste, disse a SPA, sem dar detalhes. Outro drone, com destino à cidade portuária de Jazan, no Mar Vermelho, foi interceptado mais tarde, segundo a agência.

PUBLICIDADE

Um projétil caiu em uma estação de distribuição de energia em Samtah, causando um pequeno incêndio, disse o SPA no Twitter. Nenhuma vítima foi relatada. Uma bomba também atingiu os tanques da Companhia Nacional de Água em Dhahran Al-Janoub, informou Al-Arabiya. Veículos civis e casas residenciais também foram atingidos.

A Arábia Saudita, o maior exportador de petróleo do mundo, sofreu ataques regulares de drones e mísseis realizados pelos houthis do Iêmen em seu território nos últimos dois anos.

A coalizão iniciou uma campanha militar no Iêmen em 2015 contra os houthis depois que eles tomaram a capital e desalojaram o governo internacionalmente reconhecido. A guerra se transformou em uma das piores crises humanitárias do mundo.

Veja mais em bloomberg.com,

Leia também

PUBLICIDADE