PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

EUA: pedidos de seguro-desemprego atingem nível mais baixo desde 1969

Projeção de economistas consultados pela Bloomberg era de 210 mil pedidos na semana encerrada em 19 de março

Demanda por mão de obra vem excedendo a oferta
Por Emma Kinery
24 de Março, 2022 | 09:59 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Os pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos caíram na semana passada para o menor nível desde 1969, com a demanda pela mão de obra excedendo em muito a oferta, e a inflação desenfreada mantém o incentivo ao trabalho.

Os pedidos iniciais de seguro-desemprego diminuíram em 28 mil, chegando a 187 mil na semana encerrada em 19 de março, segundo dados do Departamento do Trabalho divulgados na quinta-feira (24). A estimativa mediana projetava 210 mil pedidos em uma pesquisa da Bloomberg com economistas.

PUBLICIDADE

Os pedidos contínuos de benefícios federais caíram para 1,35 milhão na semana encerrada em 12 de março.

A queda no número de pedidos é consistente com um mercado de trabalho no qual os empregadores estão tentando desesperadamente manter os trabalhadores e fazer novas contratações. Os pedidos devem continuar em níveis baixos pois a combinação de poupanças cada vez menores e uma inflação com uma alta de décadas está aumentando o incentivo financeiro dos americanos ao trabalho.

--Com a colaboração de Jordan Yadoo e Olivia Rockeman.

PUBLICIDADE

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também: Mercados sem rumo na Europa e em alta nos EUA; diplomacia inspira prudência