PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

Elon Musk inaugura primeira fábrica na Europa e Tesla volta a valer US$ 1 tri

As ações da automobilística subiram pelo sexto dia consecutivo, empurrando a capitalização de mercado da empresa para mais de US$ 1 trilhão

Elon Musk inaugura unidade na Alemanha
Por Monica Raymunt
22 de Março, 2022 | 10:54 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Quase 19 anos após sua fundação, a Tesla Inc. (TSLA) tem uma rede de fábricas de automóveis que abrange o mundo todo.

A fabricante líder de veículos elétricos inaugurou oficialmente sua fábrica nos arredores de Berlim nesta terça-feira, entregando os primeiros 30 modelos Y a clientes na frente do chanceler alemão Olaf Scholz. O CEO Elon Musk cumpriu sua promessa de dançar como fez quando a Tesla abriu sua fábrica em Xangai, há dois anos.

PUBLICIDADE

As ações da Tesla tiveram alta pelo sexto dia consecutivo, subindo até 6,8%, para US$ 984 e empurrando o valor de mercado da empresa para mais de US$ 1 trilhão.

A instalação de 5 bilhões de euros (US$ 5,5 bilhões) – anunciada pela primeira vez no final de 2019 – aumentará a capacidade da Tesla de fabricar veículos utilitários esportivos elétricos, à medida que a invasão da Ucrânia pela Rússia aumenta os custos de combustível e aumenta a demanda de veículos elétricos. A questão para Musk, 50, é a rapidez com que a empresa pode aumentar a produção em meio aos desafios da cadeia de suprimentos em todo o setor, incluindo a escassez de semicondutores e metais de bateria.

“O início da produção é bom, mas a produção em volume é a parte mais difícil”, disse Musk durante uma visita ao local de construção da planta em outubro. Ele disse que a Tesla teria como meta fabricar de 5.000 a 10.000 veículos por semana até o final deste ano.

PUBLICIDADE

A fábrica da Tesla em Gruenheide é essencial para Musk capturar mais do mercado de EV em expansão da Europa. Ele twittou na semana passada que estava trabalhando em um novo “plano mestre” para a montadora e escreveu na segunda-feira que “escalar para tamanho extremo” seria o assunto principal.

O início das entregas do modelo Y na fábrica ocorre com o anúncio surpresa que Musk fez ao receber um prêmio há mais de dois anos em um evento com a presença dos chefes da BMW AG, Volkswagen AG e Audi. Os veículos estão saindo da linha de produção no coração automotivo da Alemanha, onde a Tesla contratou mais de 3.000 trabalhadores.

Esse número deve crescer nos próximos meses, disse a Tesla em um comunicado por e-mail. A empresa espera empregar 12.000 pessoas quando a produção completa de veículos estiver em andamento, juntamente com uma operação de fabricação de baterias de 50 gigawatts-hora.

“Temos que apoiar o progresso que está impulsionando novas tecnologias, porque é assim que conseguiremos novos empregos”, disse Scholz em comentários preparados para um discurso na instalação.

Embora a Tesla tenha se movido rapidamente para construir a fábrica, a unidade foi assolada por atrasos de meses que às vezes exasperaram a pessoa mais rica do mundo.

As preocupações no local giravam em torno de seu impacto ambiental, com ativistas se opondo à derrubada de árvores que precedeu a construção e os efeitos que a instalação terá sobre a vida selvagem e o abastecimento de água. A última questão pode influenciar os planos de expansão de Musk, com a autoridade local de água alertando na semana passada que não será possível desenvolver mais sem licenças de extração adicionais.

Veja mais em bloomberg.com

Últimas BrasilTeslaElon Musk
PUBLICIDADE