PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Finanças pessoais

Precisa fazer um orçamento? Confira estas dicas

Cuidar das finanças é importante, e ter um orçamento é essencial para isso; confira nossas dicas

Também é normal não saber por onde começar
19 de Março, 2022 | 07:51 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — Normalmente, nos recomendam fazer um orçamento para manter as finanças pessoais em ordem, mas também é normal não saber bem como fazê-lo. Se você faz parte deste último grupo, aqui está uma série de recomendações que serão úteis para você.

Antes de começar, é preciso saber que um orçamento visa otimizar o uso do dinheiro, pois oferece clareza do dinheiro que entra, se será suficiente para cobrir as despesas, se sobrará algo para economizar ou se precisaremos buscar novas fontes de renda e mudar hábitos de consumo.

PUBLICIDADE

É importante ter em mente que nunca há um momento ruim para iniciar um orçamento, e você não precisa ser um especialista para ter um. Cada pessoa deve conhecer sua renda e despesas para ter uma organização do seu dinheiro, segundo especialistas do Bancolombia.

Dicas para um bom orçamento

  • Colete informações: identifique as despesas e receitas e agrupe-as de segundo sua importância e frequência. O ideal é organizar a lista de acordo com as necessidades de cada pessoa, mas ele deve incluir pelo menos:
    • Despesas fixas: são as incorridas mensalmente, como aluguel, mensalidades escolares, alimentação e transporte.
    • Despesas variáveis: aquelas que podemos escolher se ocorrerão ou não. Alguns exemplos são jantares em restaurantes, lazer, vestuário, serviços de streaming...
    • Despesas ocasionais: embora não ocorram todos os meses, apresentam certa frequência, como seguros ou impostos.
    • Despesas imprevistas: não são consideradas, mas exigem que tenhamos uma reserva de emergência para não desequilibrar as finanças. Por exemplo, reparos no carro ou desemprego. Você deve ter o equivalente a três a seis meses de salário para cobrir essas despesas. Não é um dinheiro que deve ser obtido de uma só vez. É possível criar um fundo de emergência ao economizar sistematicamente.
  • Defina o destino do dinheiro: determine no orçamento o valor que será destinado a cada uma das despesas. É muito importante saber como a renda será usada e estabelecer limites. Isso ajudará a otimizar a renda e a adquirir maior responsabilidade nos gastos.
  • Utilize ferramentas para monitorá-lo de perto: basta um caderninho é suficiente, mas também há muitas ferramentas que podem ser usadas para poder manter um controle adequado do orçamento, como uma tabela de Excel ou até mesmo aplicativos.
  • Controle o orçamento: depois de executá-lo e organizá-lo, o mais importante é fazer um controle periódico e de curto prazo para saber se os objetivos estão sendo atingidos, se você está gastando o necessário e se o orçamento está sob controle.

Por fim, algo que não pode ficar de fora é a economia. Embora o ideal seja economizar pelo menos 10% da renda (por exemplo, 10% do salário), se não conseguirmos, podemos começar com o mínimo, mas sempre economizar, pois no futuro isso será muito útil para que cumpra algumas das metas que você definiu.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Leia também

Valerie Cifuentes

Valerie Cifuentes (PT)

Jornalista especializado na cobertura de questões económicas, financeiras e empresariais. Fui co-editor de economia e finanças da Forbes Colômbia e jornalista do jornal El Tiempo Portafolio, do jornal La República e do gabinete de comunicações da Associação Colombiana de Instituições Bancárias e Financeiras (Asobancaria).

PUBLICIDADE