PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Green

Nasdaq diz que não há acordo para bolsa de ativos ambientais no Rio

Na quarta, o governo do Estado anunciou uma parceria com a bolsa americana para criar uma subsidiária brasileira para negociar esses ativos

Bolsa contesta informação sobre subsidiária no Rio do governo do Estado
10 de Março, 2022 | 12:27 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — A Nasdaq informou nesta quinta (10) que não existe um acordo com o governo do Rio de Janeiro para a criação de uma bolsa de créditos de carbono e ativos sustentáveis no Estado. Na quarta, o governo do Estado anunciou, por meio de comunicado à imprensa, uma parceria com a Nasdaq para criar uma subsidiária brasileira para negociar esses ativos, com previsão de inicio de funcionamento no segundo semestre deste ano.

Segundo a Nasdaq, nenhuma subsidiária será instalada no Rio de Janeiro e o escopo atual das conversas dizem respeito a um “estudo de viabilidade” para potencial criação de uma plataforma de negociações desses ativos. “Não pode haver certeza quanto ao resultado do estudo e nenhum compromisso adicional foi ou pode ser feito nesta fase”, disse, em nota.

PUBLICIDADE

“O escopo atual da parceria entre o negócio de Tecnologia de Mercado da Nasdaq e as demais partes está estritamente limitado à assinatura de um Protocolo de Intenções sob o qual as partes concordaram em realizar um estudo de viabilidade para a potencial criação de uma plataforma de negociação de ativos ambientais – com a Nasdaq Market Technology como um potencial fornecedor de tecnologia”, disse em nota.

Na quarta, o governo do Rio sustentou, por meio de comunicado, que a parceria previa o intercâmbio de informações entre o governo do Estado, a Nasdaq e a Global Environmental Asset Plataform e que um grupo de trabalho seria criado para discutir as medidas propostas e um projeto-piloto. “A Nasdaq fornecerá a tecnologia, e o Estado, os ativos ambientais” disse o governador do Rio, Cláudio Castro, em Nova York, segundo o comunicado do governo.

Após a contestação da informação pela Nasdaq a agência PRNewswire, que retransmite press releases, retirou o comunicado do ar. Procurado, o governo do Estado do Rio de Janeiro disse que encaminharia ainda hoje um esclarecimento sobre o caso.

PUBLICIDADE

Leia também

O que é importante saber sobre o projeto dos combustíveis no Congresso

Kariny Leal

Kariny Leal

Jornalista carioca, formada pela UFRJ, especializada em cobertura econômica e em tempo real, com passagens pela Bloomberg News e Forbes Brasil. Kariny cobre o mercado financeiro e a economia brasileira para a Bloomberg Línea.

PUBLICIDADE