PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Amazon planeja desdobramento de ações e recompra de até US$ 10 bi

Ações tiveram alta de mais de 6% no aftermarket de Nova York após comunicado

Empresa planeja cisão de ações
Por Matt Day e Jeran Wittenstein
09 de Março, 2022 | 08:01 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A Amazon.com Inc. (AMZN) planeja fazer um ‘split’ de suas ações pela primeira vez em mais de duas décadas, em um movimento que significaria o fim dos preços de quatro dígitos das ações das maiores empresas norte-americanas de tecnologia.

A gigante do comércio eletrônico planeja aumentar suas ações em circulação na proporção de 20 para 1, de acordo com um plano divulgado na quarta-feira, juntando-se a outras gigantes da tecnologia como Alphabet Inc. (GOOG) e Apple Inc. (AAPL), que recorreram a divisões dos papéis para reduzir o preço de suas ações.

PUBLICIDADE

Essa notícia, combinada com uma autorização de recompra de ações de US$ 10 bilhões, fez as ações da Amazon subirem mais de 6%, para US$ 2.965 em negociações no aftermarket de Nova York.

Um split das ações da Amazon tem sido objeto de especulação de investidores. A empresa realizou três cisões nos dois anos e meio após sua oferta pública inicial de 1997 e, em seguida, interrompeu a prática. O assunto ocasionalmente surgia nas reuniões de acionistas da Amazon, mas a empresa não havia agido até agora.

Os splits de ações quase desapareceram dos mercados de ações dos EUA, com apenas dois em 2019 em comparação com 47 no S&P 500 em 2006 e 2007. Mas a Apple e a Tesla Inc. (TSLA) trouxeram de volta a prática depois de cindir suas ações em 2020.

PUBLICIDADE

Um preço de ação mais baixo torna mais fácil para os pequenos investidores comprarem ações em vez de comprar papéis fracionados por meio de suas corretoras.

O desdobramento de ações significa pouco para os investidores e provavelmente faz parte de mudanças mais amplas de remuneração em andamento na Amazon, já que os trabalhadores se sentem menos menosprezados se receberem uma ação inteira em vez de uma fração de uma ação, disse Michael Pachter, analista da Wedbush Securities Inc.

“Ações negociadas por US$ 100 ou menos têm uma base maior de investidores de varejo, mas não acho que seja por isso que a Amazon esteja fazendo isso”, disse Pachter. “Isso não significa absolutamente nada, exceto que o vovô pode comprar ao pequeno Johnny uma parte das ações da Amazon.”

--Com a ajuda de Spencer Soper.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE