PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

Assembleia da Samarco; balanços CSN, Embraer, Gol, Natura: Radar SA

Confira o calendário de balanços da próxima semana, além dos principais eventos corporativos para as empresas brasileiras

Gol divulga balanço na próxima sexta-feira, 11 de março
Por Taís Fuoco e Vinícius Andrade
04 de Março, 2022 | 08:52 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Os credores da Samarco têm nova assembleia marcada para a próxima quinta-feira, depois da primeira tentativa ter sido adiada por falta de quorum. Em debate o plano de reestruturação de mais de R$ 50 bilhões em dívidas. A safra de balanços do 4T e do ano 2021 segue com resultados previstos de CSN e CSN Mineração, Embraer, Gol e Natura nos próximos dias.

A semana

  • 07/março: IMC convoca AGE proposta pela UV Gestora para discutir retirar do estatuto social o capítulo que trata da oferta pública por aquisição de participação relevante, a chamada "poison pill"
  • 08/março: GPS Participações, Marfrig e Vulcabras divulgam resultados
  • 09/março: Estapar, CSN, CSN Mineração, Embraer, Guararapes, Iochpe-Maxion, Moura Dubeux, Natura, Sequoia, Tegma, Valid, Via e Wiz divulgam balanços
  • 10/março: Samarco promove assembleia de credores para votar o plano de reestruturação
  • 10/março: Arezzo, Grupo Mateus, Lojas Quero-Quero, Santos Brasil, Smartfit e Tenda informam resultados
  • 10/março: Copasa convoca debenturistas da 16ª emissão para pedir waiver ao descumprimento de uma das cláusulas
  • 11/março: Gol divulga balanço

Dotz mira fintech

A Dotz admitiu que negocia a compra de 100% da fintech Noverde, segundo comunicado da própria companhia, em uma transação que envolve dinheiro e ações. A Noverde é uma startup que desenvolve soluções de crédito para pessoas físicas fundada em 2016 que já atendeu mais de 200 mil clientes. Ainda não há, no entanto, nenhum documento vinculante sobre a transação.

Privatização da Eletrobras

Em assembleia, os acionistas da Eletrobras aprovaram a realização da oferta pública de ações na qual o governo poderá reduzir sua fatia na empresa e também a criação de uma golden share para a União após a privatização. Já o TCU manteve a metodologia de cálculo do bônus de outorga, após decisão da maioria em sessão extraordinária.

PUBLICIDADE

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Guerra intensifica aversão ao risco; aumenta a procura por bônus e ouro

Pirâmide cripto: Grupo que caiu no golpe presta 1º depoimento em SP