Internacional

Rússia perde ‘grau de investimento’ pela S&P Global Ratings

Agência de classificação de riscos cita “fortes” sanções internacionais aplicadas ao país após a invasão da Ucrânia

Rússia perde ‘grau de investimento’ pela S&P Global Ratings
Por Benjamin Purvis e Sydney Maki
25 de Fevereiro, 2022 | 11:49 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — A classificação de risco de crédito da Rússia foi reduzida para junk pela S&P Global Ratings, que se juntou à Fitch Ratings ao rebaixar a Ucrânia em meio a uma escalada de conflitos na região.

A S&P rebaixou a Rússia de “BBB-” para “BB+”, abaixo do grau de investimento, nesta sexta-feira e alertou para a possibilidade de novos cortes, citando as “fortes” sanções internacionais aplicadas ao país após a invasão da Ucrânia. A S&P também rebaixou a Ucrânia de “B” para “B-”.

Ambos os países também foram colocados em revisão para rebaixamento no Moody’s Investors Service, que classifica a Rússia “Baa3″, um degrau acima de junk, e a Ucrânia em “B3″, seis degraus abaixo do grau de investimento. A Fitch reduziu a avaliação da Ucrânia de “B” para “CCC”, colocando-a sete degraus abaixo do grau de investimento e no mesmo nível de El Salvador e Etiópia.

Sanções econômicas

A guerra, que entrou em seu segundo dia na sexta-feira, levou os EUA e seus aliados a impor uma série de sanções à Rússia, com o presidente Joe Biden prestes a aplicar sanções pessoais a seu colega russo Vladimir Putin enquanto suas tropas avançam em direção à capital da Ucrânia.

PUBLICIDADE

“As sanções anunciadas podem ter efeitos diretos e de segunda ordem significativos na atividade econômica e de comércio exterior, na confiança dos residentes domésticos e na estabilidade financeira”, disse a S&P em comunicado. “Também esperamos que as tensões geopolíticas arrastem a confiança do setor privado, pesando no crescimento.”

A invasão deixou o mundo financeiro cambaleando esta semana, com os títulos da Rússia e da Ucrânia sendo os mais atingidos nos mercados globais de dívida soberana. Os títulos em dólar ucraniano caíram em média 53% nesta semana, enquanto os da Rússia perderam 45%, segundo dados compilados de um índice da Bloomberg.

A invasão da Ucrânia pela Rússia nesta semana representa “uma elevação significativa” do risco geopolítico e sanções severas contra a Rússia, que “podem impactar o pagamento da dívida soberana”, disseram analistas da Moody’s em comunicado na sexta-feira.

“A gravidade final do impacto de novas sanções no perfil de crédito da Rússia dependerá de seu escopo, dos setores visados e do grau de coordenação entre os países ocidentais”, acrescentaram. Para a Ucrânia, enquanto isso, “um conflito extenso pode representar um risco para a liquidez e as posições externas do governo, devido aos consideráveis vencimentos externos da Ucrânia nos próximos anos e à dependência de sua economia de financiamento em moeda estrangeira”.

PUBLICIDADE

Para analistas da Fitch, a invasão da Rússia estimulou “riscos maiores para as finanças externas e públicas da Ucrânia, estabilidade macrofinanceira e estabilidade política”.

“Tudo depende de quanto tempo essa guerra (por falta de um termo melhor para usar) dura”, disse Jack McIntyre, gerente de portfólio da Brandywine Global Investment Management, na Filadélfia. “Eu diria que os detentores de títulos da Ucrânia têm mais com que se preocupar do que um rebaixamento.”

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE