Quando a receita do Blue Tree retornará aos níveis pré-pandemia?

No episódio #3 do Casa de Negócios, Chieko Aoki, fundadora e CEO da rede de hotéis, conta sobre as estratégias para superar a pandemia; assista à estreia

Bloomberg Línea — Conhecida como a “dama da hotelaria”, Chieko Aoki imigrou do Japão para o Brasil ainda criança, aprendeu o idioma e atuou como intérprete para seus pais, estudou Direito da Universidade de São Paulo, voltou à sua terra natal para dar continuidade aos estudos, se casou, presidiu redes de hotéis internacionais, lidou com a doença do marido, negociou a venda do grupo de investimento fundado por ele, após sua morte, e depois de tudo isso fundou uma das maiores redes hoteleiras do Brasil, o Blue Tree, que completa 25 anos em 2022.

Veja mais: Airbnb tem lucro recorde e mostra resiliência apesar da ômicron

Diretamente impactado pela pandemia, o setor hoteleiro e de turismo, ainda tenta se recuperar de mais de dois anos de queda na demanda e de mudanças de comportamento que ainda influenciam o segmento. Estimativas do mercado indicam que a recuperação dos hotéis deve levar cerca de quatro anos, quando os grupos tendem a retomar os níveis de faturamento de 2019. No caso do Blue Tree, Chieko afirma que a retomada será antes desse prazo.

Veja mais: Home office: trabalho remoto revolucionou permanentemente as viagens

Para o futuro, uma aposta. “O que vai fazer a diferença no turismo é o entretenimento. A capacidade de você entreter e atrair as pessoas para ver, absorver, aprender, se divertir. E isso não somente com paisagens, que são importantes e precisam ser preservadas, mas criar destinos desenvolvendo as cidades. O turista não quer mais apenas o contemplativo”, diz Chieko no episódio #3 da primeira temporada do Casa de Negócio$.

Veja mais: Turismo eco na América Latina ganha espaço na região

Confiante sobre o potencial do Brasil nesse cenário, a executiva fala sobre quem são seus concorrentes, onde ocorrerão os próximos investimentos do grupo, os novos negócios que nasceram durante a pandemia e ajudaram a minimizar os efeitos negativos, e qual sua visão sobre o papel das mulheres na sociedade. “O mundo mudou. E acho que uma das coisas que mais se modernizaram foi a relação homem e mulher. O governo japonês está ensinando os homens a amamentar os filhos, a trocar fraldas. O Japão que nunca havia feito isso”, diz Chieko.