PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cripto

Projeto de DeFi Wormhole perde possivelmente US$ 320 mi em ataque hacker

Gerência do projeto afirmou que a vulnerabilidade foi corrigida e garantiu que os fundos dos usuários estão seguros

Wormhole ofereceu US$ 10 milhões para obter mais informações sobre o ataque e a devolução dos fundos
Por Olga Kharif e Yueqi Yang
03 de Fevereiro, 2022 | 08:05 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — A Wormhole, uma ponte de comunicação entre a Solana e outras redes blockchain de finanças descentralizadas, disse que hackers roubaram cerca de US$ 320 milhões em criptomoedas.

PUBLICIDADE

Os hackers levaram 120 mil wETH, o chamado “wrapped ether” (XET), disse a equipe do projeto no Twitter. Eles se comprometeram a acrescentar Ether nas próximas horas para garantir que o wETH seja lastreado em um para um e que a rede volte a funcionar. A publicação não especificava onde o projeto conseguiria o ether.

A vulnerabilidade foi corrigida, disse a gerência da Wormhole no canal Telegram do projeto nesta quinta-feira (3), garantindo aos usuários que os fundos estão seguros. O projeto acrescentou que uma declaração oficial seria emitida oportunamente.

PUBLICIDADE

“Isso demonstra mais uma vez que a segurança dos serviços DeFi não atingiu um nível adequado para as enormes quantias armazenadas neles”, disse Tom Robinson, cofundador da empresa de análise de blockchain Elliptic. “A transparência do blockchain está permitindo que os hackers identifiquem e explorem os principais bugs”.

O ataque provavelmente é um dos maiores roubos de um protocolo DeFi, que se anuncia como permissivo de que os usuários contornem os meios tradicionais para emprestar e tomar ativos digitais.

Cerca de 96 mil tokens de wETH foram enviados à blockchain Ethereum, de acordo com outro provedor forense, TRM Labs.

“A rede do Wormhole sofreu um ataque e perdeu 120 mil wETH. Adicionaremos ETH nas próximas horas para garantir que o wETH seja lastreado em 1:1. Mais detalhes em breve. Estamos trabalhando para recuperar a rede rapidamente. Obrigado pela paciência.”

“Não tivemos progresso, mas estamos monitorando a situação”, disse a TRM.

PUBLICIDADE

Os programadores do Wormhole ofereceram aos hackers US$ 10 milhões para mais informações sobre o ataque e a devolução dos fundos.

O Jump Trading Group anunciou em agosto que comprou a Certus One, que ajudou a programar o Wormhole. O grupo disse ser um colaborador fundador do código do Wormhole. A Certus One oferece serviços de infraestrutura de proof of stake (ou prova de participação) para blockchains e participa ativamente de redes descentralizadas, incluindo Cosmos, Terra, Solana e Ethereum de próxima geração.

Um representante da Jump Trading não quis comentar.

O ataque ao Wormhole é mais um problema para a Solana, blockchain que se gaba de ter taxas de transação mais baixas do que a principal rival Ethereum. No outono passado, a Solana ficou inativa por 17 horas após ataques de bots de software de trading. Os bots também degradaram o desempenho da rede recentemente.

O token da Solana, SOL, caiu 9% caiu 9% nas últimas 24 horas, segundo o CoinMarketCap.com.

--Esta notícia foi traduzida por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também