PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Ibovespa contraria exterior negativo e dispara com Petrobras

Índice local conseguiu sustentar alta com ajuda de papéis de commodities, com destaque para a petroleira estatal, e bancos; dólar caiu

Ibovespa fechou o dia na casa dos 110 mil pontos
25 de Janeiro, 2022 | 06:56 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — Ao contrário do observado nos principais mercados dos Estados Unidos, o Ibovespa (IBOV) encerrou o dia em alta, influenciado pelas altas em papéis relacionados a commodities, como a Petrobras (PETR4), e bancos. Pegando carona, o dólar e as taxas dos juros futuros caíram. Tanto na cena doméstica quanto na externa, o foco dos investidores é a reunião do Federal Reserve amanhã (26) e o conflito Rússia-Ucrânia.

  • A bolsa passou dos 110 mil pontos, maior patamar desde outubro, enquanto o dólar testou os R$ 5,40.

Nos EUA, uma tentativa de recuperação das ações na tarde desta terça teve vida curta. Os papéis voltaram a cair no final do dia, com os investidores permanecendo preocupados com a postura do Federal Reserve para combater a inflação e a tensão entre Rússia e Ucrânia.

Embora o S&P 500 (SPX) tenha recuperado em parte os piores patamares atingidos durante o dia, ainda segue no menor nível desde outubro. O indicador apagou brevemente as perdas à tarde, quando surgiram novamente os chamados compradores em busca de oportunidades após uma queda de quase 3% nesta terça.

Diferentemente de ontem (24), o índice não conseguiu uma reversão dramática e terminou em baixa. Na verdade, nunca houve duas sessões consecutivas em que o índice caiu pelo menos 2% em relação ao fechamento do dia anterior para terminar em alta, de acordo com dados compilados pela Bloomberg desde o início da década de 1980.

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos estão colocando cerca de 8.500 soldados em alerta intensificado para reforço das forças da OTAN na Europa Oriental, se necessário, à medida que as tropas russas se aglomeram nas fronteiras da Ucrânia, de acordo com o Departamento de Defesa. “Está muito claro que os russos não têm intenção agora de diminuir a escalada”, por isso faz “sensato prudente” dar tempo ao pessoal militar dos EUA para se preparar se a Otan ativar sua Força de Resposta ao longo do flanco leste da aliança, o porta-voz do Departamento de Defesa John Kirby disse a repórteres na segunda no Pentágono.

  • Câmbio: O dólar caiu 1,22%, a R$ 5,43;
  • Bolsa: O Ibovespa subiu 2,10%, para 110.203 pontos;
    • Entre as maiores altas percentuais ficaram Qualicorp (QUAL3), Locaweb (LWSA3) e Cielo (CIEL3). Nas maiores perdas: Suzano (SUZB3), CSN (CSNA3) e Alpargatas (ALPA4);
  • Juros: O DI com vencimento para janeiro de 2025 caiu de 11,095% para 11,995% enquanto o de 2027 foi de 11,22% para 11,13%;
  • Exterior: Em Nova York, o Dow Jones caiu 0,19%, o S&P 500 1,22% e o Nasdaq, 2,28%;
  • Bitcoin: Por volta das 18h30, a criptomoeda operava em queda de 0,22%, a US$ 36.562;

-- Com informações de Bloomberg News

Leia também

Igor Sodré

Igor Sodré

Jornalista com formação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com experiência na cobertura de cultura e economia, tendo como foco mercado financeiro e companhias. Passou pela Bloomberg News e TradersClub.