PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Futuros de NY e retorno de Treasuries sobem na volta do feriado nos EUA

Maioria das ações asiáticas têm alta com investidores avaliando recuperação econômica

Futuros de NY e retorno de Treasuries sobem na volta do feriado nos EUA
Por Sunil Jagtiani
17 de Janeiro, 2022 | 10:07 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Os rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA subiram nesta terça-feira após o feriado nos EUA, enquanto a maioria das ações asiáticas avançava com investidores avaliando a recuperação econômica da pandemia.

O rendimento dos títulos do governo de dois anos passaram de 1% pela primeira vez desde fevereiro de 2020. Os investidores estão se preparando para uma série de aumentos nas taxas de juros pelo Federal Reserve para conter a alta inflação.

PUBLICIDADE

As ações têm alta no Japão e na Austrália, mas oscilam na Coreia do Sul. Já os futuros do Nasdaq 100 (SDX) e do S&P 500 (SPX) estavam sendo negociados com leve alta no retorno do feriado.

O iene interrompei o movimento de queda antes da decisão de politica monetário do Banco do Japão. Espera-se que a autoridade monetária mantenha a política acomodatícia ao mesmo tempo em que aumenta sua projeção de inflação.

Neste ano, as ações globais têm um desempenho negativo, prejudicadas pelo recuo nos papéis dos EUA. Uma questão-chave agora é se os lucros da empresa vão melhorar a percepção dos investidores, apesar de custos mais altos e dos desafios impostos pela variante ômicron.

PUBLICIDADE

“Será interessante ver se os investidores serão tentados a voltar agora que a temporada de resultados está em andamento”, escreveu Craig Erlam, analista sênior de mercado da Oanda, em nota. “O surgimento da ômicron pode significar que muitas empresas não terão o tipo de desempenho que se esperava antes, mas isso não significa que não haverá muitos aspectos positivos a serem vistos.”

Os estrategistas do JPMorgan Chase & Co. (JPM) alegam que os lucros corporativos globais terão um desempenho significativo este ano, mais uma vez desafiando os céticos e os pessimistas.

Os mercados chineses seguem com expectativa de mais flexibilização monetária após os cortes de juros de segunda-feira, contrastando com a mudança para configurações mais rígidas dos bancos centrais em várias outras economias.

Em outros mercados, o petróleo subiu à medida que as tensões geopolíticas se agravam no Oriente Médio. Entre as criptomoedas, o Bitcoin (BTC) caiu para cerca de US$ 42 mil, numa desvalorização de cerca de 10% até agora em 2022.

O que acompanhar esa semana:

  • Goldman Sachs (GS), Morgan Stanley (MS), Bank of America (BAC), UnitedHealth Group (UNH) e Netflix (NFLX) estão entre as empresas que divulgaram lucros durante a semana;
  • EUA: indicador de indústria do Empire State, na terça; construção de novas casas, na quarta; pedidos de seguro-desemprego, na quinta-feira;
  • Decisão de política monetária do Banco do Japão, terça-feira;
  • política monetária na Indonésia, Malásia, Noruega, Turquia e Ucrânia, quinta-feira;
  • Relatório de estoques de petróleo bruto da EIA, quinta-feira;

Alguns dos principais movimentos nos mercados:

PUBLICIDADE

Ações

  • Os futuros de S&P 500 (ESH2) subiam 0,1% pouco às 10h em Tóquio (22h em Brasília). Na sexta, o S&P 500 (SPX) subiu 0,1%;
  • Os futuros do Nasdaq 100 (NQH2) operavam estáveis. Na sexta, o Nasdaq 100 (SDX) subiu 0,8%;
  • O S&P/ASX 200 da Austrália (AS51) tinha alta de 0,3%;
  • Índice Topix (TOPIX), de Tóquio, subia 0,4%;
  • Índice Kospi (KOSPI), de Seul, subia 0,3%;

Moedas

  • O Bloomberg Dollar Spot Index (DXY) operava estável;
  • O euro (EUR) estava estável em US$ 1,1409;
  • O iene japonês (JPY) estava em 114,56 por dólar;
  • O yuan offshore (CNH) estava em 6,3519 por dólar;

Renda fixa

  • O rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos (GT10) avançou três pontos-base para 1,81%;

Commodities

  • O petróleo bruto West Texas Intermediate (WTI) subia 0,4%, para US$ 84,17 o barril;
  • O ouro (XAU) era negociado a US$ 1.818,32 a onça

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE