PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

MRV reduz equipe em escritórios em meio ao avanço da ômicron

Empresa trabalha atualmente com apenas 15% dos funcionários no escritório

Empresas reduzem funcionários nos escritórios
Por Patricia Lara
17 de Janeiro, 2022 | 08:43 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A MRV Engenharia e Participacoes SA (MRVE3), maior construtora do país, decidiu reduzir a presença de funcionários em seus escritórios diante do avanço da variante ômicron.

“Nesta semana, estamos com uma capacidade de 15% dos funcionários nos escritórios. Era 70% no fim de 2021”, disse o coCEO Eduardo Fischer, em entrevista. Os canteiros de obra da empresa seguem funcionando normalmente, segundo ele.

PUBLICIDADE

O próprio executivo foi um dos milhares de brasileiros que tiveram teste positivo para o vírus recentemente, mesmo após já ter sido infectado anteriormente e ter se vacinado. O aumento do número de casos após as festas de fim de ano tem enchido postos de saúde e provocado a falta de testes devido ao aumento vertiginoso da demanda. Mas apesar de o número de hospitalizações ter subido, as UTIs do país não estão sobrecarregadas como aconteceu em 2021, quando as vacinas ainda não estavam amplamente disponíveis.

Fischer diz que o impacto nas obras foi pequeno, e também não houve desaceleração no ritmo de vendas, que seguiram “agitadas” em dezembro, segundo ele.

O setor, que viu um boom nos últimos anos, não tem perspectivas tão animadoras para 2022. Analistas esperam que a economia cresça só 0.3% esse ano, ao mesmo tempo que a inflação deve continuar acima da meta do Banco Central. Fischer mantém a expectativa de acomodação dos preços das matérias-primas neste ano, mas cita a eleição, a inflação e os juros altos como desafios que permanecerão pesando no setor nos próximos meses.

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDADE