PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Petróleo sobe para alta de dois meses com queda dos estoques dos EUA

American Petroleum Institute informou que os estoques de petróleo caíram cerca de 1 milhão de barris na semana passada

Yacimientos de petróleo en Rusia
Por Saket Sundria e Alex Longley
12 de Janeiro, 2022 | 07:57 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Os preços do petróleo negociavam perto do nível mais alto desde novembro, com o Federal Reserve amenizando as expectativas sobre uma política monetária mais rígida e as estimativas do setor apontando para outra redução nos estoques de petróleo dos Estados Unidos.

O West Texas Intermediate (WTI) era negociado acima de US$ 81 por barril após subir 3,8% na terça (11). O American Petroleum Institute informou que os estoques de petróleo dos EUA caíram cerca de 1 milhão de barris na semana passada, segundo pessoas familiarizadas com os números.

Isso ocorreu após um relatório mensal da Administração de Informações sobre Energia dos EUA, que mostrou que os estoques globais de petróleo cairão ligeiramente no primeiro trimestre, em comparação com uma previsão anterior de expansão.

WTI subiu este ano junto com commodities

O rali do petróleo na terça-feira para o fechamento mais alto desde 11 de novembro veio junto com ganhos em commodities e ações depois que o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, procurou tranquilizar os investidores de que o banco central pode conter a inflação sem prejudicar a economia dos EUA.

PUBLICIDADE

Além do saldo mais forte para o primeiro trimestre, a EIA também disse que os estoques globais de petróleo caíram quase 3 milhões de barris por dia em dezembro, ressaltando os recentes movimentos de alta dos preços.

“Os temores da demanda estimulada pela pandemia continuaram a desaparecer em meio às expectativas de que o impacto da ômicron será limitado”, disse Stephen Brennock, analista da corretora PVM Oil Associates.

Preços do petróleo

  • O WTI para entrega em fevereiro subia 0,3%, para US$ 81,42 por barril, às 7h10, horário de Brasília
  • O Brent para liquidação de março ficava próximo de US$ 83,75 o barril na ICE Futures Europe.

Outro fator importante deve ocorrer ainda na quarta-feira, quando os números da inflação dos EUA forem divulgados.

Dados oficiais sobre os estoques de petróleo dos EUA saem na quarta-feira da EIA. Caso confirmem uma queda, seria a sétima consecutiva.

PUBLICIDADE

Mais notícias sobre o petróleo

  • A produção anual de petróleo dos EUA deve atingir um recorde no próximo ano, à medida que os produtores de xisto continuam a aumentar a produção.
  • O mercado de petróleo passará de bem abastecido para apertado a partir de 2024, de acordo com o Standard Chartered.
  • Ativistas ambientais na Argentina estão tentando impedir a nova exploração de petróleo no país rica em recursos.

Leia também

Câmbio deprimido pode levar país a ‘boom’ em 2023, diz Volpon

Fundo Verde ganha com cripto e juros em 2021 ‘frustrante’