Estilo de vida

Já pensou em mudar a cor do seu carro com um botão? Agora é possível

Objetivo da BMW é desenvolver tecnologia imersiva para seus clientes, que valorizam a experiência cada vez mais

iX Flow é o mais novo lançamento da empresa e utiliza tecnologia de tinta eletrônica (e-ink) para mudar a cor da lataria
Por Hannah Elliott
08 de Janeiro, 2022 | 01:57 pm
Tempo de leitura: 5 minutos

Bloomberg — A BMW quer permitir trocar a cor dos carros com apenas um botão.

A empresa lançou um veículo conceito chamado BMW iX Flow, que usa tecnologia eletroforética para mudar as cores do preto para o branco ou combinar preto e branco em um caleidoscópio de gráficos na superfície da lataria. O iX Flow é baseado no SUV elétrico iX que a BMW lançou em 2021.

“O carro veste e expressa – não apenas de dentro, mas também de fora – então tentamos criar uma tecnologia e adaptá-la a um carro que permite isso”, disse Christoph Grote, vice-presidente sênior de eletrônica no BMW Group, em mesa redonda durante o lançamento. Ele também falou sobre a eficiência e a regulação térmica dentro do veículo ao mudar sua cor de um tom escuro para um mais claro ao dirigi-lo em épocas de temperaturas mais altas.

A BMW trabalhou com uma empresa chamada E-Ink para desenvolver a característica. Fundada em 1997, a E-Ink desenvolveu a tecnologia usada em dispositivos Kindle e monitores comerciais para marcas como Sony e Amazon (AMZN). A aplicação de tinta eletrônica da BMW funciona por meio de um envoltório feito sob medida para cobrir todo o corpo do SUV. O material contém pigmentos de diferentes cores que, quando estimulados por vários sinais elétricos, sobem à superfície dessa membrana, fazendo com que ela mude de tom.

PUBLICIDADE

“O desafio não é tanto a tecnologia, e sim como aplica-la ao veículo”, disse Grote. “O que é especial no carro é: como transformá-lo em uma superfície tridimensional? Então, eles estão fazendo cortes a laser em uma tela curva tridimensional”.

Adrian van Hooydonk, chefe do BMW Group Design, chamou a tecnologia de mudança de cor no iX Flow – que não foi confirmada para produção – parte do plano do grupo para desenvolver produtos “centrados no ser humano” que estimulem todos os sentidos. A BMW afirmou que gastará 30 bilhões de euros (aproximadamente US$ 34 bilhões) em tecnologias voltadas para o futuro até 2025.

“Para nós, a digitalização envolve a experiência total e as emoções que podem ser criadas com ela”, disse van Hooydonk durante a mesa-redonda.

Tecnologias lançadas virtualmente

A BMW anunciou que a parceria com a E-Ink coincidiria com a feira Consumer Electronics Show em Las Vegas. A empresa havia planejado eventos presenciais na feira anual de tecnologia, mas cancelou em favor das revelações virtuais transmitidas de Munique em meio a um aumento de novos casos de covid. A Mercedes-Benz também abandonou os planos de comparecer à convenção, assim como Amazon, Meta (FBOK34:BVMF), Lenovo, entre outros.

PUBLICIDADE

Se a BMW tivesse participado da feira neste ano, seria a primeira vez que a marca lançaria um modelo completamente novo no evento. Em vez disso, o BMW iX M60, elétrico e com emissões zero fez sua estreia pública por meio de transmissão digital. O SUV é uma versão mais potente do iX elétrico que a BMW lançou em 2021, com potência de 455 kW/619 PS de dois motores elétricos, torque máximo de 811 libras-pés (aproximadamente 112 kgf) com controle de lançamento e tração elétrica nas quatro rodas e ajuste de chassi de alto desempenho. A BMW afirma que o SUV vai de zero a 60 mph (aproximadamente 96,5 km/h) em 3,8 segundos.

Junto com o novo sedã esportivo i4, o iX e suas variações refletem o pesado investimento do BMW Group em veículos elétricos. Em dezembro de 2021, mais de um milhão de unidades do modelo haviam sido vendidos no mundo.

“Um dos principais motivadores de nosso sucesso é o impulso da mobilidade elétrica”, disse Pieter Nota, membro do Conselho de Administração da BMW, durante o lançamento. “Já temos o próximo marco em vista: romper a marca de 2 milhões de milhas [em veículos elétricos entregues] nos próximos dois anos”.

Experiência imersiva para amantes de carros

A E-Ink foi uma das várias novas tecnologias que a BMW desenvolveu para mergulhar o usuário em ambientes digitais personalizados dentro e fora de seus veículos. Os chamados “My Modes”, ou “Meus Modos”, com lançamento previsto para o segundo semestre de 2022, incluem um modo que exibe arte digital dentro da cabine do carro e um modo de teatro que melhora o entretenimento na parte traseira da cabine. Os modos Expressive e Relax são caracterizados por sons personalizáveis e padrões digitais espalhados pelo veículo. O efeito é semelhante às tecnologias de conforto, como os modos “Energizing” e “Warmth” que a Mercedes-Benz oferece em muitos de seus veículos de luxo; os executivos da BMW dizem que os efeitos são diferentes e devem ser experimentados para serem apreciados.

“Os ‘My Modes’ da BMW são únicos neste carro”, afirmou Stephan Durach, vice-presidente sênior do BMW Group Connected e da divisão de operações técnicas, durante a mesa-redonda. “É algo completamente diferente. Você tem que sentir”.

O BMW Group está desenvolvendo paisagens sonoras específicas para modelos totalmente elétricos em seus veículos com o compositor de trilhas sonoras de filmes premiados Hans Zimmer, que mais recentemente desenvolveu a trilha sonora de Dune.

PUBLICIDADE

“O som oferece possibilidade de avançar de forma graciosa e elegante, sem o ruído e a distração que os motores a gasolina e diesel nos proporcionaram no século passado”, afirmou Zimmer durante o lançamento. “Em vez disso, navegamos com tecnologia invisível. A eletricidade é invisível, e qualquer coisa invisível e com essa energia é um bom passo rumo a esse futuro”.

Nota explicou a decisão de buscar essas novidades em seu estilo simples e direto: “sabemos que a experiência digital está se tornando cada vez mais importante para nossos clientes”.

Até aí, tudo bem. Em uma publicação no LinkedIn de 4 de janeiro, Nota disse que a empresa havia ultrapassado a Mercedes-Benz nas vendas globais de carros premium em 2021. A BMW apresentará oficialmente seus números de vendas do ano em 12 de janeiro. No entanto, nos primeiros três trimestres de 2021, a montadora entregou 1,7 milhão de veículos, ultrapassando as entregas da Mercedes-Benz em mais de 112 mil. Se a liderança se mantiver, esta será a primeira vez desde 2015 que a BMW superará sua maior rival.

--Esta notícia foi traduzida por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE