PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Saúde

Ômicron: Casos semanais de Covid ultrapassam os 10 milhões

Registros foram de quase o dobro do recorde anterior, do final de abril

Futuro depende se o número de mortos segue os casos e aumenta nas próximas semanas ou se evidências de uma ômicron menos severa se confirmam
Por Jinshan Hong
03 de Janeiro, 2022 | 08:55 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Quase o dobro de pessoas foram diagnosticadas com Covid-19 nos últimos sete dias em relação ao recorde semanal anterior da pandemia graças a um tsunami de ômicron que inundou todas as partes do globo.

A variante altamente silenciosa e infecciosa levou os casos a um recorde de 10 milhões nos sete dias até o domingo, quase o dobro do recorde anterior de 5,7 milhões visto durante uma semana no final de abril. O número crescente de infecções, em um momento em que muitas pessoas desistiram dos testes ou estão usando kits caseiros com resultados que não são informados às autoridades locais, levou ao cancelamento de voos, escritórios fechados e instalações de produção e cadeias de abastecimento estranguladas .

PUBLICIDADE
Casos de Covid quebram recorde à medida que surtos de ômicron explodem globalmentedfd

O aumento das infecções - com um número recorde de casos relatados da Austrália e dos EUA à Itália e França - interrompeu a temporada de férias um ano depois que as vacinas começaram a ser lançadas e dois anos após o surgimento do vírus que muitos inicialmente esperavam que fosse passageiro.

O lado bom é que as mortes semanais de Covid ainda estão em uma trajetória de queda, caindo para o nível mais baixo em mais de um ano. A perspectiva para 2022 depende se o número de mortos segue os casos e aumenta nas próximas semanas, ou se as evidências iniciais sugerindo que a onda ômicron será menos severa se sustentarão à medida que mais dados do mundo real surgirem.

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDADE