PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Caos aéreo: EUA têm mais de 2.400 voos cancelados por covid e mau tempo

Além da falta de funcionários afastados por doença, tempestade de neve deve causar grandes interrupções nas viagens

EUA tem cancelamento de voos por covid e mau tempo
Por Susan Decker
01 de Janeiro, 2022 | 06:00 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Quase 2.400 voos com destino e partindo dos EUA foram cancelados neste sábado, e mais de 1.100 foram atrasados, de acordo com a empresa de rastreamento FlightAware.com, em meio ao mau tempo e falta de pessoal causada pela rápida disseminação da variante omicron.

A Southwest Airlines Co. cancelou 471 voos - 21% das viagens programadas - e atrasou outros 187; enquanto a operadora regional SkyWest Inc. cancelou 422 voos e atrasou outros 65.

PUBLICIDADE

Entre as maiores companhias aéreas nacionais, a Delta Air Lines Inc. cortou 9% de seus voos, enquanto a American Airlines Group Inc. e a United Airlines Holdings Inc. cortaram 7% cada, de acordo com o site.

Cerca de 1.627 voos com destino ou partida nos EUA já foram cancelados para domingo, disse a FlightAware. Uma forte tempestade de neve em grandes partes do país deve causar grandes interrupções nas viagens, de acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia.

Com os EUA atingindo um número recorde de infecções, a temporada de viagens de férias foi marcada por cerca de 12.000 voos cancelados desde a véspera de Natal, de acordo com a Associated Press.

PUBLICIDADE

Alguns dos maiores problemas para os viajantes estavam no meio-oeste, onde 58% dos voos programados para sair de Chicago Midway e 45% de Chicago O’Hare foram suspensos, de acordo com a FlightAware. Os aeroportos de Denver, Kansas City e Detroit também registraram um grande número de cancelamentos e atrasos.

A Administração de Segurança de Transporte, que tem lutado com passageiros indisciplinados, pediu que as pessoas “sejam pacientes”. A segurança rastreou mais de 1,6 milhão de pessoas ontem em postos de controle em todo o país.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE