PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Balança do Fed pode oscilar com peso de escolhas de Biden

Grande questão é quem preencherá três vagas no Conselho de Governadores do Fed

Fed tem 19 membros quando todos os sete assentos do conselho em Washington estão ocupados
Por Alister Bull
28 de Dezembro, 2021 | 04:21 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Na teoria, o comitê que define as políticas do Federal Reserve se prepara para adotar uma postura de aperto monetário, à medida que novos membros no rodízio anual entre presidentes regionais do banco central americano substituem alguns colegas mais inclinados ao afrouxamento.

Mas o governo Biden poderia inclinar a balança com suas escolhas para preencher três vagas em aberto.

PUBLICIDADE

Os novos votantes são Esther George, do Fed de Kansas City, Loretta Mester, de Cleveland, James Bullard, de St. Louis, e o novo presidente do Fed de Boston, que está em processo de seleção para o cargo. Enquanto isso, Patrick Harker, do Fed de Filadélfia, vai votar no lugar de Boston.

Eles substituem Charles Evans, de Chicago, Raphael Bostic, de Atlanta, Thomas Barkin, de Richmond, e Mary Daly, de São Francisco. Bullard, Mester e George fizeram comentários favoráveis ao aperto monetário recentemente sobre o forte aumento dos preços.

Ainda assim, a grande questão é quem preencherá três vagas no Conselho de Governadores do Fed. Em 17 de dezembro, a Casa Branca disse que o presidente Joe Biden planeja anunciar suas escolhas até o fim do ano. O governo não quis fornecer novos detalhes sobre o prazo desde então.

PUBLICIDADE

Veja mais: Sem plano de gastos e Fed, economia dos EUA pode perder impulso

Quem quer que Biden selecione terá que equilibrar seus pontos de vista sobre a abordagem apropriada para trazer o maior número possível de pessoas de volta ao mercado de trabalho enquanto a economia se ajusta à Covid-19, ao mesmo tempo em que o país enfrenta a maior taxa de inflação em uma geração.

Jerome Powell, nomeado por Biden para mais quatro anos como presidente do Fed, já coordenou o giro da política rumo ao aperto monetário ao antecipar a conclusão do programa de compra de ativos para março.

Isso abre caminho para aumentos das taxas de juros já na reunião do Fed de 15 a 16 de março, disse o governador Christopher Waller em 17 de dezembro, embora com a ressalva de que a variante ômicron poderia mudar sua perspectiva.

Veja mais: Aperto monetário do Fed ainda sinaliza ganhos para ações

O Fed tem 19 membros quando todos os sete assentos do conselho em Washington estão ocupados. Essas autoridades têm votos permanentes no Comitê Federal de Mercado Aberto, que define os juros, assim como o presidente do Fed de Nova York. Os outros presidentes das 12 filiais regionais do banco central dos EUA compartilham os votos do FOMC em uma base rotativa anual.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE