PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Ibovespa fecha em alta com mercado local aguardando Copom

Além da espera pela decisão do BC, investidores também digerem dados de vendas no varejo

Mercado aguarda decisão do Copom
08 de Dezembro, 2021 | 06:22 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — O Ibovespa encerrou o pregão desta quarta-feira (8) em forte alta, com o mercado local na expectativa pela decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) sobre a taxa Selic. O dólar caiu mais de 1% e as taxas do DI também recuaram. Os dados de vendas no varejo divulgados pela manhã e o andamento da PEC dos Precatórios também impactaram os negócios. No exterior, os mercados passaram o dia digerindo as notícias relacionadas a nova variante da Covid-19.

  • A bolsa passou dos 108.000 pontos e, o dólar, ficou abaixo dos R$ 5,55.

O Copom deve elevar a Selic para 9,25%, ao repetir a dose de alta de 1,5 ponto percentual da reunião anterior, segundo a previsão de economistas. O debate está centrado na sinalização do comunicado da decisão, já que o país enfrenta piora das expectativas de inflação e, ao mesmo tempo, uma recessão técnica. A maior parte dos analistas avalia que o Banco Central manterá o tom mais duro e indicará novo aumento da Selic no mesmo ritmo para fevereiro.

PUBLICIDADE

Além da expectativa pelo Copom, outro driver do mercado local foi a divulgação dos dados de vendas no varejo, que mostraram recuo de 0,1% na base mensal, frente expectativa de alta 0,6%, o que frustrou os investidores. O indicador impactou as taxas dos juros futuros, que tiveram queda. Outro ponto de atenção foi a promulgação da PEC dos Precatórios no Congresso durante a tarde.

Já no exterior, o dia foi de mais alívio em relação a pandemia nas bolsas americanas, com a notícia de que uma terceira dose da vacina contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech neutraliza a variante ômicron, conforme estudo das farmacêuticas.

fechamentodfd
  • Câmbio: O dólar caiu 1,49%, para R$ 5,53;
  • Bolsa: O Ibovespa subiu 0,50%, para 108.095 pontos;
    • Entre as maiores altas percentuais ficaram CVC (CVCB3), Gol (GOLL4) e EZTec (EZTC3). Nas maiores perdas: Magazine Luiza (MGLU3), PetroRio (PRIO3) e CCR (CCRO3);
  • Juros: O DI com vencimento para janeiro de 2025 caiu de 10,84% para 10,65% enquanto o de 2027 foi de 10,84% para 10,67%;
  • Exterior: Em Nova York, o Dow Jones subiu 0,10%, o S&P 500 0,31%, e o Nasdaq 0,64%;
  • Bitcoin: Por volta das 18h00, a criptomoeda operava em alta de 0,74%, a US$ 50.834

-- Com informações de Bloomberg News

PUBLICIDADE

Leia também

Bolsas dos Emirados Árabes passam a operar de segunda a sexta

Igor Sodré

Igor Sodré

Jornalista com formação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com experiência na cobertura de cultura e economia, tendo como foco mercado financeiro e companhias. Passou pela Bloomberg News e TradersClub.