Saúde

EUA têm mais um caso de ômicron em visitante de Nova York

O adulto, um homem vacinado, desenvolveu sintomas leves em 22 de novembro e procurou o teste em 24 de novembro

Variante ômicron preocupa autoridades sanitárias em NY
Por Keshia Clukey
02 de Dezembro, 2021 | 01:57 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Um residente de Minnesota que esteve recentemente na cidade de Nova York testou positivo para a variante ômicron da Covid-19, de acordo com funcionários de Nova York e Minnesota.

O adulto, um homem vacinado, desenvolveu sintomas leves em 22 de novembro e procurou o teste em 24 de novembro. Seus sintomas desapareceram. A pessoa relatou ter participado da convenção Anime NYC 2021 no Javits Center de 19 a 21 de novembro. Cerca de 50 mil compareceram ao evento no West Side de Manhattan.

O caso é o primeiro confirmado para Minnesota e o segundo nos EUA.

“Esta notícia é preocupante, mas não é uma surpresa”, disse o governador de Minnesota, Tim Walz, em um comunicado na quinta-feira.

PUBLICIDADE

Autoridades de saúde em todo o mundo estão correndo para entender a gravidade do omicron, que foi identificado pela primeira vez na África do Sul. Os casos foram relatados em toda a Europa e na Austrália e no Canadá.

O primeiro caso nos EUA foi relatado quarta-feira na Califórnia, de um residente de São Francisco que viajou para a África do Sul.

A nova variante foi identificada enquanto Nova York e outras partes dos EUA começam a se preparar para os efeitos de uma onda de frio no inverno e encontros de férias de final de ano.

Nova York, um dos primeiros centros da pandemia, tem mais de 3.000 pessoas hospitalizadas por Covid-19. Há um mês, tinha menos de 2.000. As regiões de Finger Lakes e Western New York estão se saindo pior, com taxas de teste positivo de mais de 10%. Os casos positivos na cidade de Nova York estão em torno de 2%.

Veja mais em bloomberg.com