PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Mercado de trabalho dos EUA crescia em ritmo estável antes de ômicron

Folha de pagamento das empresas aumentou em 534 mil no mês passado, após um ganho de 570 mil em outubro

Emprego total medido pelo ADP permanece bem abaixo do nível pré-pandêmico
Por Molly Smith
01 de Dezembro, 2021 | 12:20 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — As empresas americanas contrataram trabalhadores em um ritmo estável em novembro, sugerindo que os empregadores continuam a economizar no preenchimento de um número quase recorde de vagas em aberto.

A folha de pagamento das empresas aumentou em 534 mil no mês passado, após um ganho de 570 mil em outubro, de acordo com dados do instituto de pesquisa ADP divulgados nesta quarta-feira (1). A mediana das previsões de uma pesquisa da Bloomberg com economistas apontava para uma alta de 525 mil.

PUBLICIDADE

Os números sugerem uma melhoria constante em um mercado de trabalho onde mudanças de emprego e fatores relacionados à pandemia ainda tornam difícil para os empregadores atrair e reter trabalhadores. O emprego total medido pelo ADP permanece bem abaixo do nível pré-pandêmico, e a variante ômicron representa um risco para a força de trabalho.

Companhias americanas adicionaram 534 mil empregos em novembrodfd

Os dados precedem o relatório mensal de emprego de sexta-feira do Departamento de Trabalho, conhecido como relatório Payroll e que deve mostrar uma alta de 525 mil folhas de pagamento em novembro.

“A recuperação do mercado de trabalho continuou a superar desafios no mês passado”, disse Nela Richardson, economista-chefe da ADP, em um comunicado. “Os prestadores de serviços, que são mais vulneráveis à pandemia, dominaram os ganhos de empregos este ano. É muito cedo para dizer se a variante ômicron pode retardar a recuperação dos empregos nos próximos meses. "

PUBLICIDADE

O emprego entre prestadores de serviços teve uma alta de 424 mil vagas em novembro, liderado por lazer e hospitalidade. O emprego nos serviços profissionais e empresariais teve o maior avanço desde junho de 2020. O emprego nos transportes também registou um forte avanço.

Já a folha de pagamento dos produtores de bens aumentaram em 110 mil, refletindo ganhos consideráveis em fábricas e na construção.

O emprego em empresas com pelo menos 500 trabalhadores aumentou 277 mil em novembro. As pequenas empresas registraram um ganho de 115 mil.

Os dados da folha de pagamento da ADP representam empresas que empregam quase 26 milhões de trabalhadores nos EUA.

--Com colaboração de Kristy Scheuble

Leia também

Bancos centrais devem ficar calmos diante da inflação, diz OCDE

PUBLICIDADE