PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Estilo de vida

Nove ótimos vinhos para as festas, sua família e o planeta

Quais vinhos cumprem todos os requisitos habituais, mas também satisfazem nosso desejo de tomarmos atitudes mais verdes?

Nove escolhas para agradar ao público em geral
Por Elin McCoy
27 de Novembro, 2021 | 01:39 pm
Tempo de leitura: 5 minutos

Bloomberg — Há muitas maneiras de comemorar o Dia de Ação de Graças. Mas algo que nos une a todos nesse dia, além de comer e beber, é que compartilhamos este planeta - e por isso estou grata porque cada vez mais vinícolas estão levando a sustentabilidade a sério.

Este ano, na expectativa de ter um feriado mais “normal” (ou seja, não no Zoom) e inspirada pela COP 26, minha família está planejando uma versão da festa com mais consciência ambiental e, como de costume, vou servir um vinho americano. Quais vinhos cumprem todos os requisitos habituais, mas também satisfazem nosso desejo de tomarmos atitudes mais verdes? É isso que eu vos apresento.

A confusão reina neste dia de festa, porque a mesa inclui uma gama tão vasta de sabores e texturas de alimentos que tentar harmonizá-los com o vinho parece uma tarefa impossível. O peru pode ser defumado lentamente, assado com pimenta, grelhado, frito ou até mesmo um substituto à base de plantas. Os acompanhamentos tradicionais típicos também incluem quase todos os sabores, desde o recheio salgado e terroso até a batata-doce com cobertura de marshmallow e molho azedo de cranberry, a molho salgado, cebolas cremosas e couves de Bruxelas refogadas ligeiramente amargas. E isso sem considerar os acompanhamentos regionais, como chucrute (amado em Baltimore).

A multiplicidade de pessoas que se reunirão em torno de sua mesa pode ser tão diversa quanto - tias e tios idosos que preferem um chardonnay em particular, amigos aventureiros que desejam uvas esotéricas, os clássicos, que insistem que o único vinho que acompanha o peru é o pinot noir, e aqueles que só bebem vinho com gelo.

PUBLICIDADE

Somando-se a isso, tem a minha exigência de que seja ambientalmente correto. Ou seja, nenhum tinto, rosé ou branco sozinho conseguirá reunir tanta variedade. Então, como costumo fazer nesta época do ano, vou preparar uma lista de garrafas que atenda a todos: espumante acre, para o brinde, brancos frescos e rosés vivazes, tintos leves e brilhantes servidos ligeiramente gelados e tintos suaves, que descem sem travar. A maioria das sobremesas, como a torta de nozes, são doces demais para quase todos os vinhos; no final, é hora de escolher um velho Madeira, um rum vintage ou até mesmo um bourbon de pequenos lotes.

Minhas nove escolhas são para agradar ao público em geral. Uma chave para a versatilidade deles é a acidez suculenta, aquele tchan que dá energia ao vinho, consegue atravessar pratos pesados e ricamente texturizados, que pedem um cochilo depois, e refresca suas papilas gustativas para que você possa voltar por alguns segundos e continuar falando. Eles transbordam em frutas e têm pouco tanino, baixo teor alcoólico e sabem a carvalho, graças ao envelhecimento em barris. Todos vêm de vinícolas ambientalmente conscientes e comprometidas com a preservação do planeta, seja o cultivo orgânico e biodinâmico, a conservação e a reciclagem da água, o incentivo a biodiversidade, o uso de energia solar, a redução de suas emissões de carbono ou, muitas vezes, uma combinação de tudo isso.

Lembre-se, é um desperdício gastar com vinhos super caros - meu objetivo é um preço máximo de cerca de US$ 25 (com alguns gastos). Em vez disso, é melhorgarantir uma quantidade suficiente de vinho - digamos, uma garrafa por pessoa, o que geralmente ajuda a ameniza os desconfortos familiares, que podem surgir depois de um longo dia à mesa.

Espumante

NV Montinore Estate Vivacé (US$ 23)

Este vinho espumante perfumado, de uma propriedade biodinâmica de 80 hectares, no Vale Willamette do Oregon, é uma mistura de quatro variedades de uvas brancas. (“NV” significa “não vintage”: em vez de ter um único ano, um rótulo “NV” indica que as uvas colhidas em anos diferentes podem ter sido combinadas para um sabor consistente ao longo do tempo.) Os sabores de maçã verde e raspas de frutas cítricas deste vinho combinam com qualquer coisa que você servir.

PUBLICIDADE

NV Roederer Estate Brut (US$ 23)

Uma elegante efervescência feita no posto avançado da famosa casa de Champagne na Califórnia. Os vinhedos são orgânicos e cultivados com a ajuda de ovelhas em pastagem.

Branco

2019 Bonterra Chardonnay (US$ 13)

Um chardonnay de textura cremosa, cítrica e amplamente disponível com doses de viognier, muscat e sauvignon blanc fresco é o par perfeito do peru. A Bonterra é líder em vinhos verdes há muito tempo, dedicada à agricultura orgânica, e acaba de anunciar que conquistou a certificação neutra para o clima para todo o seu negócio.

2020 Troon Vineyard Kubli Bench Amber (US$ 33)

O apelo delicioso deste vinho fresco cor de mel com sabor de laranja, uma mistura ácida de riesling, vermentino e viognier, atinge um público além dos connoisseurs. Cultivada há muito tempo biodinamicamente, a vinícola do Oregon foi certificada recentemente como orgânica regenerativa.

Rosé

NV Ramona Organic Dry Sparkling Rosé (lata de 250 ml, US$ 5)

Vinhos em latas, como este spritzy rosa claro com sabores de cereja azeda e um apelo irresistível, têm uma pegada de carbono muito menor do que aqueles em garrafas de vidro. Sim, as uvas orgânicas são cultivadas na Itália, mas o fundador e CEO da empresa é o sommelier americano Jordan Salcito.

2020 Quivera Wine Creek Ranch Rosé (US$ 25)

Este rosé da região de Sonoma, com grenache predominante, de uma única vinha orgânica certificada, é intenso e saboroso. Quivera, localizada em Dry Creek Valley, tem uma longa história de sustentabilidade, mantém um enorme jardim biológico, e está promovendo ativamente a biodiversidade.

Tintos

2019 Kendall-Jackson Grand Reserve Pinot Noir (US$ 27)

Aqui está o seu pinot essencial, um tinto encorpado de textura sedosa, com inflexão de cereja vermelha, de um pioneiro da sustentabilidade. A família Jackson foi co-fundadora da International Wineries for Climate Action, em 2019 ,para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. As garrafas contêm 50% de vidro reciclado.

PUBLICIDADE

2019 Tablas Creek Vineyard Patelin de Tablas Rouge (US$ 20)

Esta mistura vermelha rica, descontraída e com perfume floral das variedades Rhône transborda de entusiasmo, especiarias e personalidade. Tablas Creek é o primeiro vinhedo orgânico regenerativo certificado do mundo, uma abordagem de agricultura holística que abrange a captura de carbono, bem-estar animal e tratamento justo aos funcionários.

2016 Robert Sinskey Vineyards Los Carneros Pinot Noir (US$ 53)

Este é um tinto extravagante perfeito, de uma vinícola de Napa favorável ao clima, que há muito tem buscado desenvolver a agricultura orgânica e biodinâmica. A propriedade recicla água e alimenta tratores com óleo de cozinha usado. Este vinho transborda aromas de cranberry e especiarias e sabores semelhantes, com notas de terra e florais.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE

Vinho vegano? Saiba que maioria dos produtos tem composto animal

Mistura de Monster com Corona pode ser bastante energética