promo
Mercados

Vale considera aumento da produção de minério em 2022: Fontes

No entanto, a elevação seria a um ritmo mais lento do que o estimado por alguns analistas, o que pode trazer volatilidade aos preços da commodity

Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A Vale espera aumentar a produção de minério de ferro em 2022, embora a um ritmo mais lento do que alguns analistas estimam, o que pode adicionar mais volatilidade aos preços do ingrediente siderúrgico após um ano volátil.

A gestão da mineradora pretende buscar a aprovação do conselho para um guidance entre 330 milhões e 350 milhões de toneladas métricas, disseram pessoas com conhecimento do assunto, que não quiseram ser identificadas porque as discussões são privadas. A Vale preferiu não comentar.

O intervalo seria maior do que a produção deste ano, que a companhia disse no mês passado que provavelmente ficará na metade inferior de uma faixa de 315 milhões a 335 milhões de toneladas. O ponto médio do guidance de 2022 em consideração, se confirmado, também ficaria atrás da média de 345 milhões de toneladas das estimativas dos analistas compiladas pela Bloomberg.

A empresa apresentará projeções de produção, despesas de capital e outros indicadores financeiros para o próximo ano no seu eventual anual de dia do investidor, dia 29 de novembro, em Nova York.

A batalha da Vale para se recuperar após o desastre da barragem de Brumadinho faz da empresa um grande fator de oscilação do lado da oferta. Com o ponto médio do guidance de 2022 ficando de fato um pouco abaixo da estimativa média dos analistas, a perspectiva da empresa pode dar suporte ao início de uma recuperação nos preços do minério de ferro.

Depois de perder mais da metade de seu valor entre meados de julho e meados de novembro em meio à desaceleração na China, os futuros do minério de ferro recuperaram algum terreno com um possível estímulo no país asiático.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também:

Vale vende participação acionária na americana Mosaic por US$ 1,26 bi