Saúde

Empresa faz recall de testes de Covid nos EUA com risco de falso positivo

Resultados incorretos podem levar uma pessoa a receber tratamentos erroneamente ou se isolar quando não for necessário

Porta-voz disse que a companhia identificou a causa do problema, colocou novas medidas de controle e agora está produzindo e enviando novos testes aos Estados Unidos
Por Emma Court
10 de Novembro, 2021 | 06:09 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A Ellume está fazendo um recall de 2,2 milhões de testes caseiros de Covid-19 por correrem o risco de apresentar falsos positivos, disse a reguladora americana Food and Drug Administration (FDA).

A agência classificou a ação desta quarta-feira (10) como a categoria mais grave, dizendo ter recebido 35 relatos de falsos positivos a partir do teste feito pela empresa australiana. Resultados incorretos podem levar uma pessoa a receber tratamentos de Covid-19 erroneamente ou se isolar quando não for necessário, disse a FDA.

“A equipe da Ellume oferece sinceras desculpas pelo estresse ou pelas dificuldades que as pessoas podem ter experimentado devido a um resultado falso positivo”, disse um porta-voz da empresa por e-mail. “Temos e continuaremos a trabalhar diligentemente para garantir a precisão do teste, em todos os casos.”

Veja mais: EUA aprovam norma que obriga vacinação para funcionários

PUBLICIDADE

O porta-voz disse que Ellume identificou a causa do problema, colocou novas medidas de controle e agora está produzindo e enviando novos testes aos Estados Unidos.

A Ellume enviou 3,5 milhões de testes para os EUA em outubro. Os testes recolhidos foram distribuídos entre meados de abril e o final de agosto, disse a FDA. Um recall anterior em outubro afetou cerca de 195.000 testes Ellume não utilizados, disse a startup na época.

Uma das primeiras medidas da administração Biden nos testes da Covid-19 foi um investimento de US$ 232 milhões na expansão da fabricação de Ellume. O produto da empresa foi o primeiro de seu tipo a ser liberado para uso sem receita pela FDA, no final de 2020.

O teste de uso único e autoaplicável de Ellume é semelhante a um teste de gravidez de venda livre. Vendido por cerca de US$ 30, ele usa um cotonete para detectar proteínas conhecidas como antígenos na superfície do coronavírus e apresenta os resultados em 15 minutos.

PUBLICIDADE

No início desta quarta-feira (10), o governo Biden anunciou um investimento de US$ 650 milhões em testes de diagnóstico rápido para confirmar os resultados dos exames em casa. No início do outono, os EUA disseram que planejam gastar US$ 3 bilhões para expandir a oferta de testes caseiros.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também: Covid-19 eliminou 28 milhões de anos de vida em 31 países

PUBLICIDADE