promo
Internacional

CEO da bolsa de Londres espera manter operações de compensação no pós-Brexit

David Schwimmer disse que a bolsa conversa com a UE e clientes para resolver um dos maiores problemas pendentes para os mercados na esteira do Brexit

Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O diretor-presidente da London Stock Exchange espera que a União Europeia continue a permitir que os bancos da região façam a compensação das negociações por meio de Londres.

David Schwimmer disse que a bolsa conversa com a UE e clientes para resolver um dos maiores problemas pendentes para os mercados transfronteiriços na esteira do Brexit. Os clientes do bloco podem usar a LCH e outras câmaras de compensação do Reino Unido sob uma isenção temporária que expira em julho do ano que vem.

“Minha expectativa é que a Comissão Europeia encontre uma maneira de continuar permitindo que bancos membros domiciliados na UE e outras instituições continuem a acessar a LCH”, disse Schwimmer em entrevista na quarta-feira à Bloomberg Television, durante a cúpula do clima COP26 em Glasgow.

“É claramente reconhecido que é um serviço fundamental e importante para as instituições da UE que o utilizam, portanto, seria ruim se fossem excluídas dele”, disse. “Continuaremos a nos envolver com as diversas partes interessadas. Espero ver algo provavelmente no início do ano novo.”

A batalha sobre câmaras de compensação paira sobre o cenário pós-Brexit desde que ficou claro que a UE e o Reino Unido dificilmente chegarão a um amplo acordo sobre serviços financeiros. Enquanto a UE pressiona para que mais atividades financeiras ocorram dentro de suas fronteiras, associações e reguladores de ambos os lados pressionam autoridades para evitar maiores problemas.

Veja mais bloomberg.com

Leia também

Crise de fertilizantes eleva preços de alimentos no mundo todo