PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tech

Zuckerberg promete que Metaverso terá maior privacidade e controle dos pais

Por meia década, o Facebook foi bombardeado com críticas de legisladores, reguladores e seus próprios funcionários por padrões de privacidade negligentes

Mark Zuckerberg, CEO da empresa, apresenta novidades e mudança de nome
Por Mark Bergen
28 de Outubro, 2021 | 04:29 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

O CEO da Facebook Inc. Mark Zuckerberg prometeu que a Metaverso, a plataforma futurística de realidade imersiva que ele prevê para a próxima década, terá padrões de privacidade, controles dos pais e divulgações sobre o uso de dados que sua rede social reconhecidamente careceu.

“Todos os que estão construindo para o Metaverso devem se concentrar em fazer isso com responsabilidade desde o início”, disse Zuckerberg durante uma apresentação de vídeo na quinta-feira. “Esta é uma das lições que aprendi nos últimos cinco anos - que você realmente deseja enfatizar esses princípios desde o início.”

Por meia década, o Facebook foi bombardeado com críticas de legisladores, reguladores e seus próprios funcionários por padrões de privacidade negligentes. Durante o evento de quinta-feira - uma longa demonstração dos projetos de hardware e realidade virtual do Facebook - Zuckerberg foi acompanhado por Nick Clegg, o chefe de assuntos governamentais da empresa.

Clegg disse que o trabalho do Facebook no Metaverso deve ter controle de idade e dos pais, bem como transparência sobre como os dados são usados e coletados. Ele também disse que a empresa deve consultar grupos de direitos humanos e civis, sem identificá-los.

PUBLICIDADE

Os reguladores estão “tentando se atualizar” com os avanços da internet devido às demandas dos consumidores por um aperfeiçoamento técnico rápido, disse Clegg a seu chefe durante o evento. “Eu realmente acho que não tem que ser o caso desta vez”, disse ele. “Porque temos anos antes que o metaverso que imaginamos seja totalmente realizado.”

Veja mais em bloomberg.com