PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Nubank desiste da Nasdaq e escolhe bolsa de Nova York para IPO: Fonte

A transação está prevista para ocorrer em dezembro, mesmo com turbulência nos mercados, e pode avaliar o Nubank em mais de US$ 50 bilhões

David Velez, fundador do Nubank, que busca IPO bilionário nos EUA
Por Felipe Marques e Vinícius Andrade e Crystal Tse
27 de Outubro, 2021 | 12:55 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O Nubank escolheu a New York Stock Exchange, a NYSE, para sua oferta pública inicial de ações nos Estados Unidos, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto.

PUBLICIDADE

A transação está prevista para ocorrer em dezembro e pode avaliar o Nubank em mais de US$ 50 bilhões, disse a pessoa, que pediu para não ser identificada porque o assunto ainda não é público. As deliberações estão em andamento, então os detalhes podem mudar.

Representantes do Nubank e da NYSE não comentam.

PUBLICIDADE

O banco digital apresentou uma minuta confidencial de registro à SEC e à CVM, segundo um comunicado da empresa na quarta-feira. O número de ações a serem vendidas e a faixa de preço para a oferta proposta não foram detalhados.

O Nubank quer ao mesmo tempo listar ações ordinárias Classe A nos Estados Unidos e, simultaneamente, ter BDRs negociadas na B3, segundo o comunicado.

A escolha pela NYSE se deu após uma disputa acirrada com a Nasdaq pela listagem, segundo a pessoa. Na NYSE, Nubank se juntará a PagSeguro, que é listada na bolsa. Stone e XP têm ações negociadas na Nasdaq.

Os bancos que trabalham na transação incluem Morgan Stanley, Goldman Sachs Group Inc., Citigroup Inc. e UBS Group AG, pessoas familiarizadas com o assunto disseram mais cedo neste ano.

Maior banco digital independente do mundo, o Nubank foi avaliado em US$ 30 bilhões após uma rodada privada de investimentos no início deste ano, em que a Berkshire Hathaway comprou uma participação de US$ 500 milhões, uma pessoa familiarizada com o assunto disse na época. A empresa tem mais de 41 milhões de clientes e reportou seu primeiro lucro líquido com suas operações no Brasil no primeiro semestre do ano, de acordo com um comunicado recente.

PUBLICIDADE

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Exclusivo: Anitta, a empresária por trás da marca

Vélez, do Nubank, vai doar maioria da fortuna para filantropia

Nubank investe na Creditas para ampliar oferta de crédito ao consumidor