promo
Brasil

10 lugares mais caros para ir ao supermercado no Brasil

Ranking leva em conta uma cesta com os 35 produtos mais consumidos nos supermercados brasileiros, medida mensalmente pela Abras

Francia con creciente inflación
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg Línea — Apesar de o consumo nos supermercados do Brasil estar no menor nível desde janeiro de 2020, a demanda menor não tem impedido que os preços de alimentos e produtos de higiene e limpeza continuem subindo. A lista com os 35 itens mais consumidos nos supermercados brasileiros alcançou o preço médio de R$ 675,73 em agosto, valor mais de 1% acima do registrado em julho deste ano.

#10º Maceió - R$ 625,16

A capital de Alagoas foi o único local pesquisado pela Abras em que houve uma queda na cesta de produtos no mês de agosto. Em comparação a julho, a relação dos produtos recuou 0,80%.


#9º Salvador - R$ 626,01

Os preços dos produtos mais consumidos nos supermercados subiu 0,67%. Foi o segundo mês consecutivo de alta, já que em julho, a Abras já havia registrado uma alta ante os valores de junho.


#8º Grande São Paulo - R$ 680,90

Nem sempre São Paulo e as cidades da região metropolitana são os locais mais caros para se comprar. Apesar da alta de 1,1% na cesta de produtos da Abras em agosto, a Grande São Paulo ocupa apenas a oitava posição.


#7º Interior de São Paulo - R$ 686,44

Em agosto, foi mais caro ir ao supermercado no interior de São Paulo do que na capital. As cidades fora da região metropolitana registraram uma valorização de 1,87% em comparação aos preços praticados em julho.


#6º Santa Catarina - R$ 725,53

Os catarinenses pagaram mais de R$ 700 para comprar a cesta Abrasmercado em agosto. O resultado representa uma alta de 1,1% em comparação ao mês anterior, mas ainda não é o lugar mais caro da região Sul.


#5º Curitiba - R$ 730,35

A capital do Paraná viu o preço dos produtos mais comprados no supermercado subir 1,03% em agosto em comparação a julho.


#4º Interior do Paraná - R$ 735,11

Mais um lugar onde está mais caro ir ao supermercado no interior do que na capital. Os preços da cesta dos 35 produtos mais comprados nos supermercados teve uma alta de 2,48% em agosto, bem acima da valorização observada na capital.

#3º Interior do Rio Grande do Sul - R$ 750,76

O interior gaúcho é o primeiro lugar onde o preço da lista dos produtos mais comprados nos supermercados supera a casa dos R$ 750. Os valores praticados em agosto representaram um crescimento de 1,63% em comparação a julho.


#2º Brasília - R$ 755,28

A capital federal ocupa o segundo lugar mais caro para se ir ao supermercado. Os preços subiram 1,21% em agosto, deixando assustados os moradores de Brasília.


#1º Grande Porto Alegre - R$ 775,09

Finalmente, o primeiro lugar. A cidade de Porto Alegre e sua região metropolitana conseguiram em agosto o título de lugar mais caro para se ir ao supermercado. O preço da relação dos 35 produtos mais comprados nas lojas subiu mais de 3% em um único mês e superou a marca de R$ 775

Alexandre Inacio

Alexandre Inacio

Jornalista brasileiro, com mais de 20 anos de carreira. Com passagens pela Gazeta Mercantil, Broadcast e Valor Econômico, também atuou como chefe de comunicação de multinacionais, órgãos públicos e como consultor de inteligência de mercado de commodities.