Jogos em blockchain: futuro do mercado ou moda passageira?

Baseados em tokens não fungíveis, especialistas destacam crescimento no número de usuários e das comunidades de jogadores

Jogos baseados em NFT que dão recompensas aos usuários conquistam cada vez mais participantes e dão popularidade aos tokens não fungíveis
Tempo de leitura: 2 minutos

Por Gino Matos para Mercado Bitcoin

São Paulo — Os tokens não fungíveis, conhecidos pela sigla em inglês NFT, se tornaram muito populares em 2021. A primeira onda de destaque desses tokens, registrada no primeiro semestre deste ano, levou ao público as “cripto artes” – imagens digitalizadas e eternizadas por meio de tecnologia blockchain. Agora, os NFTs estão se popularizando por meio de jogos que recompensam os usuários com tokens, criando o modelo chamado de play to earn.

O mais famoso, o Axie Infinity, já movimentou mais de R$ 2,5 bilhões entre o final de agosto e setembro deste ano, nos dados do agregador DappRadar. Em agosto, o Axie Infinity ultrapassou a marca de 1 milhão de jogadores ativos, aqueles que jogam todos os dias, informou a desenvolvedora do jogo, Sky Mavis, que publicou o dado em seu perfil no Twitter.

O token dado aos jogadores de Axie Infinity é chamado de SLP, abreviação de Smooth Love Potion, utilizado nas transações dentro do jogo e cujo preço unitário já chegou a R$ 2,00. Contudo, seu valor entrou em rápido declínio, com o SLP cotado a R$ 0,40, na última sexta-feira. A desvalorização significativa do SLP em menos de um trimestre levantou dúvidas sobre a sustentabilidade dos jogos baseados em NFT que dão recompensas aos jogadores e que podem ser convertidas em dinheiro em espécie.

“Vejo os jogos em NFT como um futuro sólido para a indústria dos games em geral. É uma tendência mundial o que está acontecendo, é mais do que uma moda”, diz Gabriel Boni, country manager da Yield Guild Games (YGG), grupo focado em apoiar o desenvolvimento de jogos play to earn baseados em NFT. Em agosto, a YGG garantiu mais de R$ 23 milhões em uma rodada de investimentos liderada pela a16z, fundo ligado ao venture capital Andreessen Horowitz.

Como alguém ativo nos bastidores desse setor, Boni explica que já vê grandes desenvolvedoras de jogos, como Steam, Ubisoft e Electronic Arts planejando entradas no mercado de jogos que utilizam NFT, também chamados de blockchain games. “O mercado de blockchain games será o maior dentro do ramo de jogos nos próximos cinco anos. Espero mais de 20 mil jogos relacionados à tecnologia blockchain sendo lançados em 2022″, afirma.

Comunidade em alta

Uma prática comum no ramo dos jogos play to earn consiste em jogar, coletar as recompensas, vender os tokens e deixar o jogo. Mas também há os que começam a jogar e acabam optando por permanecer na comunidade do jogo, auxiliando no seu desenvolvimento.

Segundo Helo Passos, líder da maior comunidade de jogadores de Axie Infinity do Brasil e terceira maior do mundo, não faltam exemplos de participantes que já conseguiram lucrar com os jogos, porém, continuam jogando. “Embora o crescimento não seja tão forte quanto aquele visto em julho, a comunidade segue crescendo diariamente, mesmo com muitos conseguindo retorno sobre o valor investido”, diz Passos.

Como exemplo, Passos cita o capitão do seu time de blockchain games, que começou a jogar Axie Infinity e se encantou com o jogo. Desde então, ele auxilia jogadores iniciantes com conteúdos e ajuda outros times no que diz respeito à estruturação.

Mercado Bitcoin

Mercado Bitcoin

A maior plataforma de criptomoedas da América Latina