Negócios

Promotores de MG pedem arresto de R$ 50,7 bi da Vale, BHP

Eles argumentam que as duas empresas ultrapassaram os limites do poder de controle previstos na lei da SA antes e depois do rompimento da barreira de Mariana

Caso Mariana Promotores de MG pedem arresto de R$ 50,7 bilhões da Vale
Por Cristiane Lucchesi e Mariana Durao
18 de Agosto, 2021 | 07:12 pm
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg — Promotores do Estado de Minas Gerais pediram à Justiça que arreste R$ 50,7 bilhões da Vale e da BHP por meio de uma liminar.

Eles argumentam que as duas empresas ultrapassaram os limites do poder de controle previstos na lei da SA antes e depois do caso do rompimento da barreira da controlada Samarco, em Mariana, em 2015, que provocou mortes e um desastre ambiental na região.

Os promotores pedem a desconsideração da personalidade jurídica da Samarco e a suspensão do regime de recuperação judicial da empresa.

A Samarco disse que não foi notificada e se manifestará nos autos oportunamente. A empresa defendeu a recuperação judicial como a alternativa para manter empregos e benefícios para as comunidades de Minas Gerais e do Espírito Santo, por meio da geração de impostos, além de possibilitar a manutenção das ações de reparação e compensação de danos relativos ao rompimento da barragem.

Leia mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE