PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Preço de turbinas eólicas pode subir 10% com rali de commodities

Em alta, cotações de commodities colocam pressão sobre grandes fabricantes de equipamentos necessários para ajudar a combater o aquecimento global

Bloomberg Línea
Por Josefine Fokuhl
16 de Agosto, 2021 | 03:12 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

(Bloomberg) – Os preços das turbinas eólicas devem subir nos próximos 12 a 18 meses, impulsionados pelo aumento dos preços das commodities, custos logísticos e desafios decorrentes da pandemia.

As cotações das commodities sobem este ano com a recuperação das economias globais, colocando pressão sobre grandes fabricantes de turbinas, que são necessárias para ajudar a combater o aquecimento global. Na semana passada, a dinamarquesa Vestas Wind Systems cortou a projeção de lucro da empresa para 2021, enquanto a espanhola Siemens Gamesa Renewable Energy registrou prejuízo trimestral no início do ano.

Os preços de uma das tecnologias de energia renovável mais maduras aumentarão em até 10% com os maiores preços do aço, cabos de cobre e de alumínio, disse a Wood Mackenzie em relatório. A empresa espera que os preços subam para 0,825 milhão de euros (US$ 0,97 milhão) por megawatt em relação a 0,75 milhão de euros por megawatt atualmente.

Com a evolução dos mercados, fabricantes e fornecedores devem adotar tecnologias e matérias-primas de próxima geração para evitar gargalos na cadeia de suprimentos, disse a consultoria.

PUBLICIDADE

“Se a capacidade de componentes críticos de capital e matérias-primas não se expandir nos próximos dois anos, a indústria de turbinas eólicas enfrentará restrições de fornecimento que podem representar problemas para as metas de descarbonização dos países”, disse Shashi Barla, analista da Wood Mackenzie.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2021 Bloomberg L.P.