United exige vacinação contra Covid-19 de funcionários nos EUA

Empresas como Microsoft, Facebook e Tyson Foods também tomaram medidas similares

Companhia aérea é a primeira de grande porte dos EUA a exigir vacinação
Por Mary Schlangenstein
06 de Agosto, 2021 | 02:09 PM

Bloomberg — A United Airlines disse que seus funcionários devem se vacinar contra o coronavírus. É a primeira companhia aérea de grande porte dos Estados Unidos a exigir vacinação.

Os funcionários devem tomar a vacina e enviar o comprovante para um banco de dados da empresa até 25 de outubro, embora essa data possa mudar, disse a United em memorando na sexta-feira. Em meados de junho, a aérea de Chicago começou a exigir comprovante de vacinação contra a Covid-19 de recém-contratados na data de início.

A United segue os passos de um crescente número de empresas que, diante da rápida propagação da variante delta, passaram a exigir comprovante de vacinação dos funcionários, assim como o Facebook e a Tyson Foods. A Microsoft exigiu que os empregados estejam imunizados para entrar em qualquer uma de suas instalações nos Estados Unidos. Outras empresas como Amazon.com e Wells Fargo decidiram adiar a reabertura total dos escritórios.

“Sabemos que alguns de vocês vão discordar desta decisão”, disseram o CEO da United, Scott Kirby, e o presidente da aérea, Brett Hart, no memorando. “Mas não temos responsabilidade maior com vocês e colegas do que garantir sua segurança quando estão no trabalho, e os fatos são claros: Todos estão mais seguros quando todos são vacinados.”

PUBLICIDADE

A United também exigirá documentação de empregados que buscam isenções religiosas ou médicas. Aqueles que recusarem a vacinação podem ser demitidos. Cerca de 90% dos pilotos e 80% dos comissários de bordo da United foram vacinados, disse a operadora. A empresa ofereceu vacinas em clínicas em várias cidades importantes, mas não informou o total de funcionários imunizados. As vacinas são de fácil acesso e gratuitas com o seguro oferecido pela United, disse a companhia aérea.

Todos os funcionários da United nos EUA deverão enviar um cartão mostrando que receberam o número necessário de doses cinco semanas após a agência FDA anunciar a aprovação completa de uma vacina contra a Covid-19, ou cinco semanas após 20 de setembro, o que ocorrer primeiro, disse a United. O prazo para cumprir a ordem é 25 de outubro, disse a companhia, mas a data pode ser antecipada caso a agência anuncie aprovação no mês que vem.

“Nos últimos 16 meses, Scott enviou dezenas de cartas de condolências aos familiares de funcionários da United que morreram por causa da Covid-19”, disse o memorando. “Estamos determinados a fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para evitar que outra família da United receba essa carta.”

PUBLICIDADE

Funcionários que já foram vacinados ou que forem imunizados antes de 20 de setembro receberão um dia de pagamento extra.

Leia mais em bloomberg.com