BlackRock adia volta ao escritório para outubro por variantes

Delta levanta preocupações sobre o retorno mesmo para aqueles que foram vacinados, dizem executivos

Cerca de 50% dos funcionários dos EUA trabalharam em um escritório da BlackRock nos últimos 30 dias, de acordo com o memorando
Por Annie Massa
05 de Agosto, 2021 | 12:19 pm
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg — A BlackRock está adiando em um mês seus planos para que a equipe dos EUA retorne aos escritórios em meio ao aumento de casos de Covid-19 no país.

A maior gestora de ativos do mundo está atrasando seu prazo previsto para setembro, embora com alguma flexibilidade de trabalho remoto em vigor, de acordo com memorando visto pela Bloomberg News na quinta-feira.

A variante delta “levanta preocupações sobre o retorno ao escritório - mesmo para aqueles que foram vacinados e, particularmente, para aqueles com dependentes em casa que atualmente não são elegíveis para a vacina”, de acordo com o memorando, que foi assinado por executivos, incluindo o chefe de operações Rob Goldstein.

Funcionários vacinados foram avisados no início deste ano de que deveriam começar a “se reacostumar“ ao trabalho no escritório a partir do mês passado, caso se sentissem confortáveis. Nenhum funcionário não vacinado foi autorizado a entrar nos escritórios da BlackRock nos Estados Unidos desde então, e essa regra permanecerá em vigor, de acordo com o memorando.

PUBLICIDADE

Cerca de 50% dos funcionários dos Estados Unidos trabalharam em um escritório da BlackRock nos últimos 30 dias, de acordo com o memorando.

Leia mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE