promo
Estilo de vida

MUFG adota trabalho híbrido e equipe pode decidir sobre retorno

Banco japonês diz que vai deixar para os funcionários e seus gerentes decidirem seus próprios ritmos de trabalho em casa e no escritório

Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O novo modelo de trabalho híbrido do Mitsubishi UFJ Financial Group na Europa, Oriente Médio e África dá à sua equipe muito espaço de decisão sobre o retorno ao escritório.

O banco japonês disse que vai deixar para os funcionários e seus gerentes “estabelecerem seus próprios ritmos pessoais de trabalho em casa e no escritório”, de acordo com comunicado divulgado na terça-feira. O banco continuará monitorando os dados e tendências da Covid para informar as decisões sobre quando a equipe pode retornar de acordo com os requisitos locais e diretrizes governamentais.

“Esta abordagem não prescritiva permitirá que nossos funcionários se adaptem a um estilo de trabalho que funcione melhor às suas circunstâncias pessoais”, disse John Gerard Williams, diretor de recursos humanos do MUFG na EMEA.

No auge da pandemia, cerca de 98% da força de trabalho do MUFG trabalharam remotamente.

Um executivo do MUFG disse em abril que prevê que cerca de 25% dos funcionários nas Américas trabalharão totalmente remotos após a pandemia e que outro quarto irá ao escritório todos os dias. O restante provavelmente ficará em casa algum tempo e trabalhará em uma mesa compartilhada quando for para o escritório.

Os bancos estão adotando uma variedade de abordagens ao se prepararem para um mundo pós-pandêmico. LLoyds Banking Group, Standard Chartered e HSBC Holdings estão entre aqueles que devem cortar espaço em escritórios no Reino Unido, à medida que a equipe muda permanentemente para o trabalho flexível. Mas empresas como Goldman Sachs e JPMorgan Chase enfatizaram a importância do retorno aos escritórios.

Leia mais em bloomberg.com