PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Finanças pessoais

JPMorgan busca dobrar número de consultores, de olho em fortunas

Gigante de Wall Street visa expansão no mercado de gestão de patrimônio

JPMorgan mira clientes nos patamares mais altos
Por Jenny Surane e Anders Melin
26 de Julho, 2021 | 10:10 am
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — O JPMorgan Chase & Co. planeja mais do que dobrar os consultores em seu negócio tradicional, com a gigante de Wall Street de olho em uma expansão na gestão de patrimônio, em meio à maior competição por clientes ricos.

O banco pretende contratar mais de 500 consultores nos próximos anos, elevando o total da unidade para 1.000, disse Kristin Lemkau, que supervisiona o braço de gestão de fortunas do credor nos EUA. O JPMorgan também tentará aproximar a unidade dos gestores de patrimônio que trabalham em agências de varejo e ajudar os consultores a orientar os clientes de forma mais eficiente para outras partes do banco.

PUBLICIDADE

“Precisamos ser, sem sombra de dúvida, o melhor lugar para se trabalhar e precisamos que acreditem nisso com convicção”, disse Lemkau.

Bancos competem agressivamente para atender às fileiras de multimilionários e bilionários cada vez maiores da América. O Citigroup Inc. está expandindo as ofertas de gestão de patrimônio em todo o mundo, e o Deutsche Bank AG adicionou banqueiros privados para atender aos ricos, muitos dos quais viram seus ativos ganharem força em meio a mercados de ações ruidosos e preços residenciais em alta.

O esforço será liderado por Phil Sieg, um ex-executivo do Bank of America Corp. que foi contratado em abril para liderar a JPMorgan Advisors. A unidade opera separadamente do banco privado do JPMorgan e do Chase Wealth Management, com cerca de quatro mil gestores de patrimônio em agências de varejo nos EUA.

PUBLICIDADE

Como parte do foco renovado na unidade, o JPMorgan também contratou Jessica Douieb, do Goldman Sachs Group Inc., para uma nova função de supervisão de parceiros de gestão patrimonial, e acrescentou Mollie Colavita do Bank of America para liderar sua divisão de gerenciamento de práticas. Kevin Hale foi promovido para liderar o marketing da Chase Wealth Management e da JPMorgan Advisors.

O JPMorgan Advisors conta com equipes em 21 escritórios nos EUA. Com as mudanças, a empresa nomeará os chamados “concierges” para cada equipe do JPMorgan Advisors, que ajudarão clientes a se conectar a outras divisões e garantir uma coordenação mais estreita com seus braços comerciais e de serviços bancários de investimento.

O banco também está testando um programa em São Francisco, onde gerentes de patrimônio em filiais indicam clientes ricos para negócios de Sieg e vice-versa, e então compartilham a receita gerada. O programa será expandido para Nova York antes de ser lançado em todo o país no final do ano.

“Estamos investindo nesse negócio”, disse Sieg. “Isso é muito positivo, pois dá autonomia a estas equipes.”

Leia mais em bloomberg.com